CPI quer quebrar sigilo bancário dos chefões da CBF

Do Senado

A CPI do Futebol se reúne nesta quarta-feira (11) para apreciação de 23 requerimentos. Os principais pedidos são de quebra dos sigilos bancário e fiscal do comitê organizador da Copa do Mundo de 2014, do atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero e dos ex-presidentes da entidade Ricardo Teixeira e José Maria Marin.

A CPI também votará pedidos de acesso aos dados bancários, fiscais e telefônicos de ex-diretores da CBF e de empresários responsáveis por empresas que fecharam contratos com a entidade nos últimos anos. A comissão quer ainda compartilhar informações com a Polícia Federal e com a Procuradoria-Geral da República.

A reunião da comissão está marcada para 14h30, no Plenário 15 da Ala Alexandre Costa.

Um comentário em “CPI quer quebrar sigilo bancário dos chefões da CBF

  • 10/11/2015, 21:16 em 21:16
    Permalink

    Pago pra ver. Se for aprovada a quebra de sigilo dessa cambada, já já a Globo vai entrar na roda. Aí quero ver que deputado vai ter coragem de enfrentar a Globo (se bem que já passou da hora). Mas essa cambada tem apoios fortes. Como todo mundo sabe, Ricardo Teixeira viajava de graça no avião mantido pelos mineiros quando Aécio era governador. E o José Maria Marin é assim-assim com o Aécio. José Maria Marin, militante da ditadura militar, odeia tanto Dilma que entrou de cabeça na campanha do Aécio. E o Marco Polo del Nero é dessa mesma família. Vamos ver quem é cuzão e quem é fodão nessa CPI. A Globo está na Zelotes (e não o filho do Lula), vai cair também na CPI?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: