Cunhada de tesoureiro do PT, que estava foragida, se entrega à PF

Do UOL

Investigada na Operação Lava Jato, Marice Corrêa de Lima, cunhada do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, se entregou na tarde desta sexta (17) à Polícia Federal, em Curitiba.

Marice chegou em um táxi, acompanhada de um advogado, por volta das 14h. Ela permaneceu em silêncio e não respondeu às perguntas da imprensa.

A cunhada do ex-tesoureiro é suspeita de ser uma emissária de Vaccari e de ter participação nos desvios da Petrobras. A movimentação financeira dela foi considerada incompatível com sua renda, de acordo com o Ministério Público Federal. Para o órgão, Marice pode ser uma operadora do esquema.

O advogado Claudio Pimentel, que defende a investigada, nega as acusações. “Operadora de quê? Ela nem tem dinheiro para isso”, afirmou ele à Folha. “Os valores [de seu patrimônio] não são significativos, não existe isso.”

A prisão temporária de Marice, válida por cinco dias, foi decretada na quarta (15) para evitar que ela destrua ou falsifique provas. No mesmo dia, o ex-tesoureiro foi preso. Marice era considerada foragida. Leia mais

0 thoughts on “Cunhada de tesoureiro do PT, que estava foragida, se entrega à PF

  • 17/04/2015, 20:42 em 20:42
    Permalink

    Então a prisão temporária da cunhada do Vaccari foi decretada para evitar que ela destrua ou falsifique provas? Entendi, doutor. Então a prisão temporária do dono da Bauruense ainda NÃO foi decretada (será um dia, doutor?) para ele destruir ou falsificar provas? Pois é, meritíssimo, a ditadura acabou e a gente NÃO tem só a rede globo (aquela que tem dono na lista do HSBC) para buscar informação.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: