Deputado Nereu Moura é condenado por manter em seu gabinete empregada de Requião

O deputado estadual Nereu Moura (MDB) que se autointitulava “campeão da moralidade, guardião dos bons costumes e defensor dos fracos e oprimidos”, foi condenado hoje pelo Tribunal de Justiça do Paraná (Tj-PR)) a perda do mandato e a 10 anos de inelegibilidade, por empregar no gabinete a empregada do senador Roberto Requião (MDB).

Ainda cabe embargos.

O escândalo estourou em 2003 quando Requião era ex-governador do Paraná.

Na época os jornais destacaram que a funcionária ganhava um alto salário e a Receita Federal detectou o problema na declaração do imposto de renda.

A notificação chegou a casa dela e Requião subiu a tribuna do Senado para denunciar a irregularidade que o beneficiava.

Moura nos últimos anos fez oposição ao ex-governador Beto Richa (PSDB) e também a Cida Borghetti (PP).

6 comentários em “Deputado Nereu Moura é condenado por manter em seu gabinete empregada de Requião

  • 20/06/2018, 16:00 em 16:00
    Permalink

    Uma das fantasmas citadas na ação é Elza Chrispim Calixto (mãe de Rosângela), que era empregada da família do senador Roberto Requião (PMDB). Ela foi nomeada em setembro de 2000 para um cargo em comissão no gabinete da liderança do PMDB. Ela afirmou em depoimento que não sabia da nomeação e que nunca exerceu qualquer função na Casa, além de não ter recebido salários da Assembleia.

    Outros cinco parentes dos réus teriam sido contratados pela liderança do partido, mas nunca exerceram as funções no gabinete. Conforme a sentença, os salários dos fantasmas eram depositados nas contas dos deputados e dos demais condenados. Além da ação cível, tramita um processo penal que trata do caso.

    https://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/juiz-condena-romanelli-e-nereu-moura-por-contratar-fantasmas-na-assembleia-2uykrrh85a4fcz6v0353984t6

    Resposta
  • 20/06/2018, 17:54 em 17:54
    Permalink

    O maior petista do PMDB nunca decepciona.

    Resposta
  • 20/06/2018, 18:01 em 18:01
    Permalink

    Imagino que a sogra fantasma não vai dar condenação por ser fanyasma rsrsrsrscada factóide ,

    Resposta
  • 21/06/2018, 00:00 em 00:00
    Permalink

    A vergonha maior sr Claudio osti e ninguém falar nada do cargo que o Tiago Amaral e o Durval deu ao Zé ruela diga se um tal de (Adenauer ou adenal )parente distante e ex motorista e não tem absolutamente nem um requisito para ocupar o cargo de coordenador da região metropolitana de londrina um cargo de mais de 10.000 mil para um cara que não tem qualificação para o cargo procura aí sobre esta história sr Claudio e detona está vergonha em baixo dos nossos olhos ….vergonha em londrina

    Resposta
  • 21/06/2018, 17:32 em 17:32
    Permalink

    Vergonha. Se gritar … não fica um meu Irmão!

    Resposta
  • 21/06/2018, 18:07 em 18:07
    Permalink

    NOTA DE ESCLARECIMENTO 

    O deputado estadual Nereu Moura informa que recebeu com muita estranheza a notícia da decisão da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça em desfavor do parlamentar e que trata da nomeação de uma funcionária na Assembleia Legislativa do Paraná nos anos 2000.  

    Nereu Moura declara que está tranquilo já que na esfera criminal o caso foi arquivado pela Justiça.

    A ação que corria na área cível, e que culminou na decisão desta terça-feira (19), tinha, inclusive, um parecer do Ministério Público pela anulação da sentença de primeiro grau, o que infelizmente não aconteceu.

    “Não há justificativa. Aliás,  há sim. Parece-me retaliação já que, como todos sabem, defendo veementemente os interesses do povo do Paraná e pra isso, inúmeras vezes, denuncio irregularidades do Governo Estadual”, diz.

    Nereu Moura afirma que irá recorrer para que “a verdade seja rapidamente restabelecida”.

    O parlamentar continua apto a disputar as eleições em outubro. As agendas na base eleitoral estão mantidas. 

    “Seguirei firme, não recuarei um milimetro sequer”, finaliza.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: