Do camburão, pro Gaeco

Foto produzida pela jornalista Cristiane Oya, da Paiquerê Am
Foto produzida pela jornalista Cristiane Oya, da Paiquerê Am

Ismael Ieger e Roberto Tsuneda, descem do camburão e seguem direto para o prédio sede do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Londrina,  no inquérito que apura irregularidades no contrato para manutenção de veículos do governo do Estado no qual estaria envolvido o “parente de sétima hierarquia”, do governador Beto Richa, Luiz Abi.

 

Um comentário em “Do camburão, pro Gaeco

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: