Durval Amaral, de novo! Isso não para nunca?

O Conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná, Durval Amaral, começou sua carreira política em Cambé. Foi secretário municipal. Depois disso ocupou cargos políticos em diversos governos, elegeu-se deputado estadual e nunca mais parou.

Desde a década de 90, nos rolos do Banestado, que faliu e foi vendido a preço de banana, o nome de Durval Amaral é citado nas rodas políticas como beneficiário de esquemas, caixa dois etc.

Ficou rico. Sempre foi parceiro dos governos do momento e ganhou como prêmio um cargo vitalício de conselheiro do Tribunal de Contas.

Para dar continuidade à dinastia, conseguiu para o filho Tiago um cargo na assessoria da Secretaria de Desenvolvimento Urbano. Através dele, viajava pelos municípios do Paraná entregando verbas da Secretaria e formando uma base eleitoral.

Fez uma campanha considerada milionária pelos adversários.

Depois de assumir o cargo de deputado, Tiago foi acusado de envolvimento na Operação Publicano, sendo emissário do pagamento de propina de empresários para fiscais da Receita.

Agora mais uma denúncia. Ele é citado, junto com o pai Durval, os deputados Traiano e Plauto Miró, além do governador Beto Richa, como beneficiário dos desvios de recursos apurados na Operação Quadro Negro.

Até quando isso?

Um comentário em “Durval Amaral, de novo! Isso não para nunca?

  • 14/01/2016, 13:40 em 13:40
    Permalink

    Tem que algemar pai e filho e a cegonha que os trouxe ao mundo,eita cambada da ratos.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: