Cismepar e o Fortalecendo o Futuro

O projeto “Fortalecendo o Futuro” resultado de parceria entre o CISMEPAR, Espaço Escuta e Prefeitura Municipal de Londrina foi aprovado pelo Ministério da Saúde e ontem, em Brasília, recebeu R$ 1 milhão em recursos para iniciar os atendimentos. O Espaço Escuta que já trabalha com crianças de zero a dois anos e suas famílias, oferecendo acompanhamento interdisciplinar -com psicólogo, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, assistente social e terapeuta ocupacional; com foco no resgate e potencialização do seu desenvolvimento, vai estender sua atuação para crianças e adolescentes de todas as idades,  que vivem em abrigos.

“O Cismepar, por meio de sua parceria com o Espaço Escuta tem um trabalho de excelência com ótimos resultados e, por isso, a Promotoria e Defensoria nos procuraram. Ficamos entusiasmados com a possibilidade de ampliar o serviço atendendo uma demanda tão importante” resume a diretora do CISMEPAR, Silvia Karla. O principal objetivo é prestar assistência adequada às crianças e adolescentes em situação de abrigo, cerca de 108 segundo a promotoria, mas o projeto poderá estender o serviço a outros que precisem.

A diretora explica que a concretização de mais este avanço é resultado de muitas “mãos”. O deputado federal Alex Canziani organizou a apresentação do projeto ao Ministro da Saúde Ricardo Barros. O encontro ocorrido ontem em Brasília contou com a  presença do promotor da 10ª Vara da Infância e da Juventude, Leonardo Nogueira da Silva; presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (Cismepar) e prefeito de Prado Ferreira, Sílvio Damaceno;  do deputado federal Alex Canziani, do presidente da AMEPAR e prefeito de Centenário do Sul, Luiz Nicácio, do prefeito de Londrina, Macelo Belinati e dos diretores do Cismepar, Luis Lino de Almeida Jr e Silvia Karla Andrade.

A diretora de Planejamento do Consórcio acredita que os novos atendimentos poderão ser iniciados até julho. Com a aprovação por parte do Ministro de Saúde, começam os trâmites administrativos para a ampliação do serviço.

10 comentários em “Cismepar e o Fortalecendo o Futuro

  • 20/02/2018, 15:58 em 15:58
    Permalink

    O Tercílio Turini precisa se manifestar. Afinal, ele foi o autor do plebiscito. Mas, como sempre deve ficar de bico calado. Igual fez com IPTU..

    Resposta
  • 20/02/2018, 16:43 em 16:43
    Permalink

    resta duvida, q se houvesse plebicito, a sercomtel sairia derrotada? acho q é pra evitar o vexame

    Resposta
  • 20/02/2018, 16:47 em 16:47
    Permalink

    Depois ainda dizem que essas entidades defendem o desenvolvimento de Londrina e quaz quaz quaz. São todos amigos do Alex Canziani e devem receber algo em troca. Esses tucaninhos são umas Nabas…. Azolivre…. So esta faltando a delação premiada dia vereadores denunciados para vc ver quem é que está por trás disso tudo…

    Resposta
  • 20/02/2018, 20:07 em 20:07
    Permalink

    Não dá pra entender essa manobra Paçoca, quem sabe você consegue explicar, vamos lá: Primeiro os caras de um certo grupo político empresarial falam que querem dar ao prefeito a possibilidade de decisão e competência para privatizar a Sercomtel sem pedir licença para a população (tida como burra e incapaz de escolher como eles querem).
    Hoje os caras do mesmo grupo político empresarial vão à Câmara e pedem abertura de processo pra cassar o prefeito.
    Que baita incoerência é esta?
    Afinal de contas o prefeito é ou não competente?
    Decidam ai políticos empresários.

    Resposta
  • 20/02/2018, 20:58 em 20:58
    Permalink

    Sr. Paçoca, queremos saber do Alex Canziane se o Rony será expulso do PTB?

    Resposta
  • 20/02/2018, 21:11 em 21:11
    Permalink

    Se o Rony abrir o bico na delação já era reeleição de um deputadoda gema… preocupado também com a entrega do Juarez da Carne Fraca.

    Resposta
  • 20/02/2018, 22:23 em 22:23
    Permalink

    Plebiscito é Lei, e como tal tem que ser observada e cumprida ao pé da letra. Somente LUIZ outra Lei para revogar a atual. Será que estas entidades estao se achando acima da Lei? E quem são os cabeças?

    Resposta
  • 21/02/2018, 09:40 em 09:40
    Permalink

    Para vender ou alienar ações, só derrubando a Lei do Plebiscito, será que precisa desenhar?

    Resposta
  • 21/02/2018, 09:42 em 09:42
    Permalink

    Cadê o cara do PLESBICITO? KKKKKK

    Resposta
  • 21/02/2018, 14:52 em 14:52
    Permalink

    Querem excluir a população, porque pensam que o povo seja apenas um mero detalhe, e manobrar para que apenas as ENTIDADES PATRONAIS decidam o destino da nossa empresa de telefonia. Será que os vereadores, que já mostraram a que vieram na questão do IPTU, vão se curvar ao vil metal?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: