E em Londrina, enxugar, mas não muito, afinal parça é parça

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP) fala em enxugamento, em economia, mas tem impressionado o número de “parças políticos” que andam sendo nomeados. Em cargos de primeiro e segundo escalão, conselhos de empresas, etc. A Cohab, que a midia geralmente não presta muita atenção, é um dos focos principais do embarque belinatista.

4 comentários em “E em Londrina, enxugar, mas não muito, afinal parça é parça

  • 30/01/2017, 11:26 em 11:26
    Permalink

    Tio Bila é tio Bila. PP é PP. É tudo um balaio só. Brigando para ver quem manda mais e rouba mais. Pobre brasileiro.

    Resposta
  • 30/01/2017, 11:55 em 11:55
    Permalink

    Não houve mudança nas cadeiras, muito neguinho que apoiou o outro candidato, continuam garantindo a boquinha. É a nova forma de fazer política e Londrina inovando mais uma vez.

    Resposta
  • 30/01/2017, 14:02 em 14:02
    Permalink

    O salário do presidente lá é 19 mil. Os diretores recebem 15 mil. Os assessores tem salário de 7 mil. E o povo??? Tá na fila…

    Resposta
  • 30/01/2017, 21:18 em 21:18
    Permalink

    deixa este palhaço e sua dupla de desqualificado vir falar ou pensar em aumento de iptu, este governo ja nasçeu de umbigo roxo com menos de trinta dias, ele ira ver o que espera…..

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: