FGTS poderá ser usado como garantia de empréstimo

A Caixa Econômica Federal publicou regras para o empréstimo consignado, com base no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que é descontado em folha de pagamento. A taxa máxima de juros cobrada pelos bancos é de 3,5% ao mês e o prazo máximo para pagamento  será de 48 meses. O trabalhador vai poder usar 10% do saldo do FGTS e a totalidade da multa rescisória (de 40% sobre o total depositado pelo empregador) como garantia para o empréstimo consignado. O FGTS poderá ser usado para moradia ou doença, ou quando o trabalhador for demitido. OS 10% do total só será destinados ao pagamento consignado caso haja necessidade deste montante para quitar o resto do empréstimo no momento da demissão.

Deixe uma resposta