Filipe Barros e outros quatro deputados são suspensos pelo presidente do PSL

do Valor

O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), afirmou que cinco deputados federais foram suspensos do partido por causa dos ataques ao presidente nacional da sigla, o deputado Luciano Bivar (PE). Segundo ele, ainda não há decisão pela expulsão de ninguém. “Não temos pressa para não cometermos injustiças”, disse. Segundo o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP), a suspensão dos correligionários é imediata e, com isso, as assinaturas deles a partir de agora não terão efeito para tentar destituir o atual líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (GO), e colocar no lugar o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro.

Carla Zambelli (SP), Carlos Jordy (RJ), Filipe Barros (PR), Alê Silva (MG) e Bibo Nunes (RS). “Eles já foram notificados da suspensão, que é imediata, de ofício do presidente Bivar”, disse o coronel Tadeu.

2 comentários em “Filipe Barros e outros quatro deputados são suspensos pelo presidente do PSL

  • 19/10/2019, 07:18 em 07:18
    Permalink

    Esse croqui de político, Filipe, achou que ficando de quatro pro Bosolouco ia se dar bem, kkkkkkkk

    Resposta
  • 19/10/2019, 18:39 em 18:39
    Permalink

    O minúsculo deputado Fifilipe Barros estava todo alegrão: liberação de verbas parlamentares, cargos federais para a patota, acesso ao gordo fundo partidário do PSL… Na briga PSL x Bolsonaro, o deputado foi colocado pra escanteio pelo partido. É bom ele ficar carneirinho com o Messias ou vai ficar a ver navios na Câmara. Baixo Clero é seu destino!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: