Geddel é liberado e vai responder a processo em casa

do Fábio Campana

O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), de Brasília, autorizou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) deixe o presídio da Papuda, na capital federal, e cumpra prisão domiciliar.

“O fato do processo penal não poder se prestar à ineficácia e à morosidade não autoriza a Justiça a trabalhar por ficção”, diz a sentença. “Ofende a língua portuguesa decretar prisão ‘preventiva’ por atos de 2012 a 2015″, escreveu o desembargador.

A prisão do ex-ministro de Temer, que também ocupou uma diretoria da Caixa Econômica Federal durante o primeiro governo Dilma, foi pedida pela Polícia Federal e por integrantes da Força-Tarefa da Operação Greenfield. A ação foi originalmente deflagrada em setembro de 2016 para apurar crimes de gestão temerária e fraudulenta cometidos contra alguns dos maiores fundos de pensão do país, entre eles Funcef, Petros, Previ e Postalis. (leia mais)

2 thoughts on “Geddel é liberado e vai responder a processo em casa

  • 12/07/2017, 21:33 em 21:33
    Permalink

    Dois presentaços para o impoluto Temer. O amigão do Temer (basta comparar os bens do Lula com os do Geddel para constatar que este ficou realmente rico na política) está livre e solto. E o anúncio, em data escolhida a dedo (até o antipetista Josias de Souza da Folha admite), da condenação do Lula pelo juiz de primeira instância para aliviar a barra do Temer.

    Resposta
  • 13/07/2017, 10:37 em 10:37
    Permalink

    Um tucano acabou de me pegar pra cristo no café. Veio comemorar o fato de que Lula, segundo ele, não poderá ser candidato em 2018. Chamei-o de imbecil e é o que ele é. Ele não entende que os tucanos, num segundo turno, podem ter alguma chance contra o Lula mas não terão nenhuma contra o Bolsonaro.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: