Governo quer quer Conselhos Tutelares acompanhem ocupações de escolas

O chefe da Casa Civil do governador Beto Richa, Valdir Rossoni convocou secretários de Estado, representantes do Judiciário e da Assembleia Legislativa para uma reunião ontem, no Palácio Iguaçu.
Ficou definido que a Procuradoria Geral do Estado irá oficiar, nesta segunda-feira, os conselhos tutelares e o Poder Judiciário para que fiscalizem e tomem providências quanto à situação dos menores que se encontram nas escolas invadidas. Eles devem ter proteção e a garantia da integridade física e social, conforme a Constitucional Federal.

Também foi decidido que a Secretaria da Educação irá determinar recesso de cinco dias para as escolas que estão ocupadas até o dia de hoje. Esses dias serão descontados do recesso de final do ano. Nesses casos, as aulas serão estendidas até o dia 28 de dezembro.
“O governo busca uma solução com urgência, apesar de já ter aberto antes todos os canais para diálogo. Os alunos precisam voltar às salas de aula. Não estão recebendo o conteúdo necessário e, se não houver uma solução, serão prejudicados na conclusão do ano letivo”, disse Rossoni. “É necessário que o diálogo se aprofunde nesta semana, com a participação de toda a sociedade, do Conselho Tutelar, do Ministério Público e do Judiciário para nós encontrarmos uma saída para darmos continuidade ao ano letivo”, completou.

Deixe uma resposta