Justiça feita

da coluna: Coluna Diário do Poder

A nomeação de Marcel Biato para a AIEA, agência de energia atômica, em Viena, repara uma injustiça. Ele era embaixador do Brasil em La Paz e foi covardemente perseguido pelo governo Dilma após a fuga de Roger Molina, senador boliviano asilado na embaixada brasileira.

Deixe uma resposta