Justiça mantém condenação de jornalista que insinuou relação de Raí com Zeca Camargo

Do Portal Comunique-se

Em 2012, Fabíola Reipert, blogueira do R7, veiculou texto em que noticiava que a Globo teria “proibido os programas da casa de associar os nomes de Zeca Camargo e do ex-jogador Raí”. Ao falar sobre o assunto, ela perguntou, ainda, o “que será que eles têm para esconder?”. A nota rendeu processo e, pela segunda vez, a justiça manteve a condenação à jornalista.

---------------------fabiola-reipert
(Imagem: Reprodução/Facebook)

Segundo as informações do Uol, o Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão do ano passado que condenava Fabíola a pagar R$ 72,4 mil pela publicação de matéria que insinuava que o ex-atleta teria envolvimento afetivo com o apresentador da Globo. No texto, o portal R7 e o jornal O Dia, que republicou as informações, também foram punidos.

A equipe de comunicação da Raí informou que Fabíola estaria repercutindo notícia anterior publicada por ela que falava sobre “um belo ex-jogador de futebol teria deixado a mulher em troca de um novo amor. Ele foi morar com um apresentador da Globo, que ainda não saiu publicamente do armário”. Os textos, que foram associados, acabaram nas redes sociais e os internautas passaram a reproduzir o boato sobre o suposto relacionamento.

Para a justiça, Fabíola deverá pagar a indenização e ainda arcar com “correção monetária pela tabela do Tribunal de Justiça de São Paulo, a partir desta sentença – momento em que a condenação se tornou líquida – e de juros de mora de 1% ao mês, desde a publicação da primeira matéria (novembro de 2011)”. O Uol veicula que a conta está, aproximadamente, em R$ 100 mil. A jornalista do R7 pode recorrer da ação.

Deixe uma resposta