Mais paranaenses nas paradas da PF

Do Zé Beto/do correspondente em Brasília

A empreiteira CR Almeida e Sanches Tripoloni (Curitiba e Maringá) estão na nova operação da Polícia Federal para apurar desvios na construção da ferrovia Norte e Sul e ramal Leste e Oeste. As duas foram associadas recentes na construção do Contorno Norte de Maringá (que ‘custou’ R$ 412 milhões de reais) e no passado a CR Almeida, do folclórico e falecido Cecílio Rego Almeida, fez a ferrovia Central do Paraná (entre Apucarana e Ponta Grossa), que resultou no maior precatório judicial do Brasil e que o governo paranaense deveria pagar atualmente mais de 2 bilhões de reais, segundo os advogados da empreiteira. Confiram a lista dos envolvidos nesta operação de hoje, segundo o blog do Fausto Macedo, no jornal O Estado de São Paulo: http://migre.me/uf6iD

6 thoughts on “Mais paranaenses nas paradas da PF

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: