Médicos dos hospitais estaduais de Londrina podem entrar em greve

Médicos contratados por empresas terceirizadas e que prestam serviços nos hospitais da Zona Norte e Zona Sul de Londrina ameaçam entrar em greve.

O motivo é o de sempre: atraso nos salários.

Ocorre que o Cismepar ainda não repassou os valores para as empresas que, por sua vez, não conseguem pagar os médicos contratados. Hoje de manhã um grupo conversou com o promotor Paulo Tavares para explicar a situação e pedir apoio.

Amanhã o Cismepar entra em férias coletivas e só retorna no dia 5. Ou seja, depois da volta, com a burocracia normal, só pagaria o que deve depois do dia 10.

 

Deixe uma resposta