Moradores de Londrina vão à Curitiba reclamar do IPTU extosivo

Dezenas de moradores de Londrina estão em Curitiba hoje para um roteiro pouco agradável. Estão conversando com diversas autoridades para falar sobre o IPTU extorsivo que a prefeitura da cidade está cobrando.

Na Assembleia Legislativa eles foram recebidos pelo presidente da Casa, Ademar Traiano. Também seguiriam para o Tribunal de Justiça. No TJ tramitam duas Ações Diretas de Inconstitucionalidade, ingressadas pelos deputados estaduais Tercilio Turini e Cobra Repórter.

Os moradores, liderados pela Associação Sta Mônica, cobram uma solução para o IPTU, que em alguns casos, subiu mais de 500% em Londrina.

 

8 comentários em “Moradores de Londrina vão à Curitiba reclamar do IPTU extosivo

  • 27/02/2018, 11:55 em 11:55
    Permalink

    Tudo gente pobre.

    Resposta
    • 27/02/2018, 20:45 em 20:45
      Permalink

      Sabe que seu comentário tem um fundo de verdade. Desconfio que, se abrirem a caixa preta do IPTU do dr. Marcelo Belinati, vamos descobrir que muitos apartamentos no centro de Londrina tiveram um aumento de seu IPTU na faixa dos 30% enquanto as casas dos conjuntos habitacionais receberam aumentos de 130% ou mais. Talvez isso explique por que os pobres estão tendo que ir até à capital para lutar pelos seus direitos enquanto a classe média alta não se arrisca nem a bater uma frigideira contra o prefeito. Sem auditoria externa e independente jamais saberemos quem são os londrinenses VIPs que pagam IPTU “mamão com açúcar”.

      Resposta
      • 28/02/2018, 20:45 em 20:45
        Permalink

        Foi ironia rapaz. Não me entendeu?
        Esse povo aí é aquele que não paga e quer tudo de graça. Vai ver se o IPVA deles não é maior que o IPTU.
        Querem enganar quem?

        Resposta
  • 27/02/2018, 12:15 em 12:15
    Permalink

    Dois deputados que nada fizeram por lOndrina e agora querem pegar carona na carniça . Vamos dar uma banana para esses dois.

    Resposta
  • 27/02/2018, 13:49 em 13:49
    Permalink

    Esses moradores foram conversar com o Traiano? Quá! Quá! Quá! Isso que é perder tempo…

    Resposta
  • 27/02/2018, 14:18 em 14:18
    Permalink

    Sinceridade.. para mim foi um passeio a Curitiba, esse problema resolve-se aqui, não com deputados nem pressionando desembargadores que nem sabem onde fica Londrina.

    Resposta
    • 28/02/2018, 10:06 em 10:06
      Permalink

      Pra tornar o IPTU de Londrina justo e legal vale tudo. Aqui, em Curitiba ou em Brasília. Quem decide os caminhos são os contribuintes que assumiram a luta. Pode ser inócuo pedir ajuda a deputados que votaram nos tarifaços, no aumento do ICMS e no confisco da Previdência do funcionalismo estadual promovidos pelo Beto Richa, mas levar suas reivindicações aos desembargadores é legítimo e até pode ser produtivo. Se algum desembargador não conhece Londrina, ótimo que alguém se disponha a apresentar-lhe a nossa cidade. Afinal londrinenses também ajudam a pagar os salários milionários desses desembargadores.

      Resposta
  • 28/02/2018, 10:24 em 10:24
    Permalink

    Deveriam ir reclamar ao novo bispo esquerdopata comunista, que permitiu aquela vergonhosa propaganda política num encontro católico recente em nossa cidade.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: