MP pede que vereadores continuem afastados

E o encerramento da Operação ZR 3 caminha a passos não tão rápidos como gostaria a sociedade. Agora o Ministério Público pediu à Justiça que os vereadores Rony Alves e Mário Takahashi, afastados desde o começo do ano passado fiquem mais 180 dias fora da Câmara.

Para relembrar, os vereadores, empresários e outros personagens foram acusados de participar de um esquema de pagamento de propina para mudança de zoneamento em algumas áreas da cidade.

O advogado de Rony Alves, Mauricio Carneiro, disse que aguardará a decisão judicial sobre o assunto.

O advogado de Mário Takahashi, Tiago Mota, ainda não deu retorno ao blog.

 

3 comentários em “MP pede que vereadores continuem afastados

  • 18/01/2019, 18:14 em 18:14
    Permalink

    E o mínimo que se espera é que os mesmos sejam afastado pois é evidente os envolvimentos em coisas ilícitas.
    Agora uma coisa que não entendo é como continuam recebendo o salário , não caberia a mesa diretora suspender estes pagamentos.

    Resposta
  • 18/01/2019, 18:41 em 18:41
    Permalink

    Ainda não entendi qual a deste blogueiro. Não tem uma roda da cidade onde não se comenta que o Kireeff e o Belinati se uniram e entre outras picaretagens uma delas foi processar este blog. E o Rony fez a vez do capitão do mato para os bacanas e se ferrou por que virou para o tio Bila. Acorda cara. Ou melhor, se conforme com o jogo da política.

    Resposta
  • 21/01/2019, 13:15 em 13:15
    Permalink

    Vamos ver se o povo de Londrina toma vergonha na cara e não reelege nem o prefeito e nenhum dos vereadores que aí estão. Todos têm responsabilidade na sacanagem desse aumento desproporcional do IPTU que sepultou de vez o mercado imobiliário de Londrina .

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: