Nota da Sociedade Rural do Paraná

Em relação à nota “Magoados com a Sociedade Rural”, a diretoria da entidade informa que há inverdades no conteúdo veiculado.

Em momento algum a Sociedade Rural foi procurada para locar espaço para os candidatos citados – Ciro Gomes e João Arruda – apresentarem suas propostas de governo.

Os fatos reais foram os seguintes: dois dias antes da vinda de Ciro Gomes, o ex-prefeito Barbosa Neto entrou em contato com o presidente da SRP, Antonio Sampaio, para dizer que o candidato estaria na cidade e se poderia ser recebido pela Rural no sábado após as 15h30, horário inviável para que se pudesse mobilizar os diretores. O diretor comercial, Nivaldo Benvenho, representando a diretoria, foi então até o candidato na sede do Sindicato dos Eletricitários, onde ele já tinha um encontro agendado, e conversou com ele – que inclusive disse apoiar o agronegócio. Na oportunidade, entregou-lhe um documento com as reivindicações do setor, o mesmo que foi apresentado a todos os candidatos que estiveram em contato com a Sociedade Rural do Paraná.

Em relação à visita de João Arruda, a SRP foi informada também dois dias antes. Mesmo com pouco tempo, a diretoria conseguiu mobilizar algo em torno de 15 diretores para recebê-lo em sua sede.

Da mesma forma que a SRP recebeu Ratinho Junior, Cida Borghetti, João Arruda, o pré-candidato Flavio Rocha, Joao Amoedo e Ana Amélia (candidata a vice de Geraldo Alckmin), também recebeu o general Hamilton Mourão, sem cobrar a locação do espaço, uma vez que todos esses foram encontros destinados a entidades e não ao público em geral. No caso específico do general Mourão, o local precisou ser maior, devido ao grande número de associados interessados, da SRP e das entidades parceiras, haja vista o comparecimento de cerca de 350 pessoas ao evento. Aos presentes, nem um cafezinho foi servido, algo muito distante de um tapete vermelho.

Deixe uma resposta