Para beneficiar um grupo, vereador de Londrina quer esquartejar Plano Diretor

Junior Santos Rosa – foto CML

E aos poucos Londrina vai retrocedendo, como se isso fosse novidade. Agora o prefeito de Londrina Marcelo Belinati deve mandar um projeto de lei para a Câmara autorizando a instalação de templos religiosos em qualquer local na cidade.

A iniciativa é do vereador Junior Santos Rosa que levou ontem um grupo de integrantes do Conselho de Pastores para uma reunião com o prefeito.

Não é de agora que Junior Santos Rosa quer atropelar e esquartejar o Plano Diretor, duramente discutido por anos a fio, para beneficiar igrejas.

Igrejas ou templos, das mais diferentes religiões, atraem muitas pessoas, geram fluxo de tráfego intenso, e afetam diretamente a vizinhança. Foi pensando nisso que o Plano Diretor definiu áreas para a instalação de templos e igrejas.

Aí o vereador, obviamente pensando no seu futuro político, quer esquartejar o Plano Diretor, para angariar alguns votos.

E dane-se o restante da cidade.

 

12 comentários em “Para beneficiar um grupo, vereador de Londrina quer esquartejar Plano Diretor

  • 07/03/2018, 15:00 em 15:00
    Permalink

    Junior Rosa é o pequeno.
    Junior Rosa é típico Padre Roque.
    Junior Rosa mostra a que veio.
    Junior Rosa deveria participar do leilão do apartamento do Missionario Miranda Leal no Rio de Janeiro.
    Deveria aprender que lei é para todos.

    Resposta
  • 07/03/2018, 15:30 em 15:30
    Permalink

    Isso pode MP?

    Resposta
  • 07/03/2018, 15:36 em 15:36
    Permalink

    Se não estiver enganado, ele votou a favor do Plano Diretor que definiu as atuais regras. E agora o próprio quer revogar. Importante ressaltar que o Plano Diretor atual foi formatado e aprovado quando Rony Alves, investigado pelo MP e afastado, era presidente da Câmara. Ele e o mentor do projeto e teve apoio da casa em peso. Vale uma matéria falando sobre o assunto…

    Resposta
  • 07/03/2018, 16:31 em 16:31
    Permalink

    Sra. Regina Amâncio, sempre atenta as vírgulas da Lei, peço que acompanhe esse caso. Ajude mais uma vez os londrinenses. ACOMPANHE ESSE CASO.

    Resposta
  • 07/03/2018, 17:06 em 17:06
    Permalink

    Vamos iniciar uma campanha contra esse projeto deste “VEREADORZINHO” que está legislando em causa própria, para garantir mais um mandato como vereador, pura sinecura. Esse projeto morreu na casca vereadorzinho! Ou esmagamos esse ovo de serpente ou teremos que conviver con igrejas ao lado de nossas casas. Vai procurar o caminhao que vc caiu seu Rosinha

    Resposta
  • 07/03/2018, 20:02 em 20:02
    Permalink

    Só quem já morou perto de templos evangélicos sabe o martírio que é isso. Católicos são mais comedidos, com cultos menos freqüentes e locais sempre adequados, mas qualquer um consegue criar uma ramificação evangélica e transformar qualquer imóvel em um templo. E aí, pronto… lá vai o pastor espalhafatoso falando línguas e berrando pra fazer um descarrego, os fiéis em trânse berrando ALELUIA e daí por diante. Só se dorme depois do último culto e se acorda durante o primeiro.

    Resposta
  • 07/03/2018, 21:10 em 21:10
    Permalink

    Que tristeza, mais um que pensa somente no próprio umbigo e no reduto eleitoral, em detrimento da cidade.
    Essa Câmara tornou-se um fiasco novamente. Fraca, incompetente, corrupta e vergonhosa, muito aquém do esperado para uma cidade do nível de Londrina e que foi geradora de grandes líderes.

    Resposta
  • 07/03/2018, 21:56 em 21:56
    Permalink

    Pra mim não tem problema. Sem alguém abrir uma igreja ao lado de minha casa, vai escutar o gemidão do zap o culto inteiro.

    Resposta
  • 08/03/2018, 14:52 em 14:52
    Permalink

    Por falar em Camara afasta os vereadores mas deixa os assessores indicados por eles trabalhando na Camara? A tal Hortencia do cerimonial entrou por indicação do Rony Alves, afastado do mandato. E a assessora de confiança dele vai ficar pra sempre lá?? Porque não abre concurso??
    Como é que fica MP?

    Resposta
  • 09/03/2018, 15:57 em 15:57
    Permalink

    Brilhante ideia Dick, em 30 dias os caras se mudam pra bem longe. Kkkķkkk Qdo criança meu avô materno alugou um barracão que existia no terreno dele, há uns 20 metros da casa. Vc não imagina a zorra que era. Até eu (capetinha) me sentia incomodado. Era um puto barracão de madeira com uma casinha atrás, o sonho de consumo de qualquer pastor, mas a alegria durou pouco. O pastor se recusava a sair, até que um dia meu avô foi fazer uma visitinha com uma pistola enorme a cintura.

    Resposta
  • 12/03/2018, 15:20 em 15:20
    Permalink

    Não vejo nenhum problema na construção de uma Igreja, afinal de contas vivemos em um país livre, cada cidadão tem o direito de escolher sua religião, não sofrendo nenhum tipo de restrição.

    Se fosse olho por olho, dente por dente, então teríamos que restringir por exemplo a construção de bares, que sempre apresentam intensa movimentação, geralmente com som alto, apresentando muitas vezes conflito entre os frequentadores, brigas, etc.

    Temos um governo laico, porém a grande maioria da população é religiosa, independente de ser maioria ou minoria, o governo em todas as suas esferas deve respeitar a opção religiosa dos cidadãos, não impondo nenhum tipo de restrição.

    PENSE NISSO, REFLITA!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: