Parceria Pé na Bunda. Um entra com o pé…

Do Analista dos Planaltos/Zé Beto

Em 1998, Jaime Lerner mandou a Copel comprar 49% da participação da prefeitura de Londrina na Sercomtel, cuja direção era da família Belinati. A vice-governadora era Emília Belinati e seu marido, Antonio Casemiro Belinati, o prefeito daquela cidade.
Vinte anos depois, o Governo do Paraná e Prefeitura de Londrina  pretendem anunciar nesta sexta-feria a nova “Parceria Estratégica” entre Copel e Sercomtel. Pode ser apenas uma coincidência, mas a logomarca “Parceria Estratégica” também foi usada naquela época e o resultado foi a cassação do mandato de Belinati e inúmeras ações que condenaram o clã Londrinense por corrupção.
Talvez até  amanhã os atuais marqueteiros palacianos mudem as palavras, mas as intenções continuarão as mesmas – fazer campanha pró reeleição de Cida Borghetti, a candidata de Marcelo Belinati.
A parceria consiste em autorizar a Copel Telecom a estender a rede de internet em Londrina e deixar a Sercomtel vender para faturar a intermediação de vendas e ficar com 40%.
Detalhe: a Sercomtel já tem sua rede em Londrina e agora terá sua sócia minoritária com fibra ótica mais potente concorrendo no mesmo mercado.

9 comentários em “Parceria Pé na Bunda. Um entra com o pé…

  • 21/09/2018, 11:54 em 11:54
    Permalink

    É isso aí, Sr. Paçoca… vai mantendo o povo informado, porque se depender das nossas lideranças, seremos como marido traído. Os últimos a saber 🙁

    Resposta
  • 21/09/2018, 11:59 em 11:59
    Permalink

    Parceria Caracu! kkkkkkkkkkk

    Resposta
  • 21/09/2018, 13:59 em 13:59
    Permalink

    Marcelo ainda ira jogar dama com Mauri na prisão podem apostar.

    Resposta
  • 21/09/2018, 15:55 em 15:55
    Permalink

    É parceria Pau no c… mesmo. Onde estão com a cabeça? Falando nisso, cabeça não é só pra separar as orelhas, serve também para pensar. kkk

    Resposta
  • 21/09/2018, 22:16 em 22:16
    Permalink

    A saga Belinatista e de seus vassalos Cheida, Nedson, Barbosa e Kireeff em não distinguir patrimônio público do privado,levou a extinção da galinha dos ovos de ouro. A pá de cal já foi depositada, para o desespero dos mais de 600 funcionários diretos e 1000 indiretos na iminência de se juntar aos 13 milhões de desempregados brasileiros. A bem da verdade é que esse lero-lero, essa conversa fiada dos últimos meses afirmando que tudo estava sendo feito para salvar a empresa, se revelou uma estória pra boi dormir, teatro de quinta catiguria para tirar proveito político com o establishment tupiniquim. Parece que estava tudo acertado, acordado, aprovado, como foi no passado qdo vereadores e deputados (não muito dignos), a toque de caixa autorizaram a venda das ações para a COPEL, numa autentica transação xing-ling-paraguaia-tabajara (comprovado logo em seguida) e sem um único (nenhunsinho) questionamento dos parlamentares envolvidos, pois o objetivo principal era irrigar e injetar dinheiro nas campanhas do demiurgo e seu parça cleptomaníaco. Do nada os funcionários foram surpreendidos com a notícia que havia mais um sócio na parada, como assim? Perguntavam os funcionários atônitos. A desculpa, ou ARGUMENTO supremo amplamente divulgada foi de que se tratava de uma Parceria Super Estratégica para transformar a SERCOMTEL em uma nova TELEPAR. Agora o que chama atenção neste episódio é a passividade, a inércia, a falta de consideração e informação dos atores principais neste episódio. Parecem não se importar com o desastre social que paira no horizonte e as consequências funestas em termos econômicos para o município. Como diz o dito popular, manda quem pode e obedece quem tem juízo. Essa é a verdade dos fatos e o resumo da ópera Dr Hosken, que destruiu um sonho de cinquenta anos.

    [Mensagem cortada] Exibir toda a mensagem

    Resposta
  • 21/09/2018, 22:23 em 22:23
    Permalink

    O que chama atenção também, a ausência de comentários dos que se achavam donos da SERCOMTEL, Moreno, Jorge Guimarães, Fátima, Muraska, Mário Jorge, Gomes, Assad e outros.

    Resposta
  • 21/09/2018, 23:35 em 23:35
    Permalink

    Os leitores capitalistas (ou pé-rapados que defendem o capitalismo!) devem saber que no capitalismo tem uma lei implacável: o sócio rico sempre engole o sócio pobre. Quá! Quá! Quá!

    Resposta
  • 22/09/2018, 01:18 em 01:18
    Permalink

    Com um sócio desses, ninguém precisa de concorrentes prá ir à falência ! Somando-se isso aos políticos bunda-mole, temos aí o resultado !!!

    Resposta
  • 24/09/2018, 23:49 em 23:49
    Permalink

    Kkkk, parece até piada né, A Copel sócia, e ao mesmo tempo tbem será concorrente da sercomtel , e o pior de tudo mais potente que a própria Sercomtel , o prefeito tá querendo dar o tiro de misericórdia mesmo na Sercomtel né, jogar a última pá de terra, pra enterrar de uma vez por todas!!!Ah senhor Prefeito tá querendo enganar a quem?Me poupe, nós poupe e se poupe né!!!!Que tiro no pé é esse,afff!!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: