Partidos de esquerda não recomendam participação amanhã em protestos

As siglas da oposição ao governo não convocaram a militância ou até mesmo desestimularam a presença de filiados nos atos contra o governo Jair Bolsonaro.

Os protestos estão marcados para ocorrer amanhã. O portal Poder360 questionou as 7 maiores legendas com representação no Congresso:

3 thoughts on “Partidos de esquerda não recomendam participação amanhã em protestos

  • 06/06/2020, 11:18 em 11:18
    Permalink

    A maioria absoluta dos brasileiros sabe que o governo bolsonaro é um câncer que se instalou no país e usa a covid para matar mais de um brasileiro por minuto. Está certa a esquerda e os democratas em geral ao pedir que os brasileiros de bem não saiam amanhã às ruas pois isso representa risco à saúde e até à própria vida. A partir de agora, mortos pela covid serão ignorados até nas estatísticas do governo. Admiro a coragem de quem irá amanhã às ruas protestar contra esse grupo que usurpou o poder central do país. Porém prefiro que eles fiquem em casa e protejam a si mesmos e aos próximos que amam. A peleja está apenas começando.

    Resposta
  • 06/06/2020, 17:31 em 17:31
    Permalink

    Graças a Deus houve um período de esquerda no Brasil.

    Resposta
  • 06/06/2020, 19:28 em 19:28
    Permalink

    Não poderei estar lá porque faço parte do grupo de risco. Preciso me proteger agora pra covid não me pegar e, nas próximas, estar vivo para ir também às ruas pedir o impeachment do Jair. Mas desejo sucesso a todos os corajosos e dedicados defensores da democracia que estarão amanhã nas manifestações, e calem a boca do falsiane prefeito de Londrina. Sim, hoje o bolsonarista Marcelo foi às redes sociais pedir pra ninguém, especialmente os jovens, ir às manifestações porque podem levar o vírus para casa. Hipócrita! Não teve a mesma preocupação com os jovens trabalhadores e suas famílias quando decidiu abrir o comércio e a indústria. Para o bolsonarista prefeito não importa o jovem trabalhador levar o vírus para casa depois de um dia de trabalho e de viagem em ônibus lotados. Fora, Marcelo!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: