Pizzolato vai pra casa, na Itália

Lá ele poderá gastar os euros que economizou numa vida regrada a Mensalão na diretoria de marketing do Banco do Brasil e na PREVI, onde foi diretor indicado pelos funcionários do bancão público, após fazer carreira como presidente do Sindicato dos Bancários de Toledo, ser candidato a governador do Paraná pelo PT, apoiado por Pedro Tonelli, hoje escondido numa zona de conforto na Itaipu Binacional.
A Itália negou o pedido de extradição pelas péssimas condições de nossas cadeias. Deve ter pesado a favor as rebeliões do PCC nas penitenciárias do Paraná e em Pedrinhas no Maranhão. Mas esquecem-se de que a Itália deu o troco ao Brasil negar a extradição do terrorista Cesare Battisti.
Uma grande beleza. Trocamos um terrorista assassino livre por um ladrão de dinheiro público condenado pelo STF no Mensalão do PT. Como no filme do personagem Jep Gambardella – La Grande Bellezza.

Um comentário em “Pizzolato vai pra casa, na Itália

  • 28/10/2014, 19:33 em 19:33
    Permalink

    “Notícia” divulgada no comitê eleitoral do Aécio também conhecido como Estadão (sem o dinheiro do Aécio, vai afundar mais rapidamente). O Estadão não vai dizer, é óbvio, que sem o ódio antipetista do JB, nenhum sistema judiciário no mundo moderno vai condenar alguém pela posição política. Se o Pizzollato foi condenado, por que os outros funcionários que assinaram as ordens de pagamento também não foram? Por que fizeram o mesmo no governo FHC? Se o Pizzolato não foi julgado em primeira instância, por que os tucanos tiveram esse direito? Por que são tucanos? Ora! Numa lei em que tucanos e petistas são julgados de formas diferentes não pode haver justiça. Não é difícil provar isso para um juiz italiano que nem sabe que Joaquim Barbosa foi condecorado por Aécio Neves. E onde estão os tucanos do mensalão do Azeredo,isto é, do Aécio?

    Resposta
  • 28/10/2014, 21:57 em 21:57
    Permalink

    Peço encarecidamente que você neste blog seja tão democrático tal o é o sr Zé Paulo Pedriali,aquele adorador do Fidel e Evo Morales,será que ele acompanhou o Lobão num giro pelo afeganistão.

    Resposta
  • 30/10/2014, 09:32 em 09:32
    Permalink

    Silvestre Abdelkarim Junine sabe das coisas:

    PERGUNTA O TRIBUNAL
    Vendo os comparsas já em casa, no bem-bom, Henrique Pizzolato se arrependeu de fugir do Brasil para não passar uma temporada na Papuda?
    No Claudio Humberto.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: