Prefeito acusado de extorsão é solto

Sebastião Egídio Leite, ex-prefeito de Jundiaí do Sul, está com liberdade provisória. Ele é acusado de extorquir um fazendeiro para impedir que integrantes do Movimento  dos Trabalhadores Sem Terra invadissem sua propriedade rural.

Por falar em Jundiaí do Sul, o ex-prefeito também foi multado por ultrapassar o teto de remuneração de servidores municipais. Além dele o prefeito da gestão anterior, Márcio Leandro da Silva e o controlador interno do município (2009-2012), também foram multados. O Tribunal de Contas do Estado do Paraná considerou irregular, o fato de dois servidores municipais terem recebido valores maiores ao salário do prefeito.

Deixe uma resposta