PT, PCdoB, PSOL e Rede tiram da reta quando o assunto é nova eleição para a presidência da Câmara

Do Bem Paraná

Depois de aguardar quinze dias pelo apoio do PT, PCdoB, PSOL e Rede para um requerimento de urgência para a votação do projeto que declara vaga a presidência da Câmara e determina nova eleição de presidente da Casa em cinco sessões, o líder do PPS, deputado federal Rubens Bueno cobrou publicamente um posicionamento dos partidos.

Ele chamou a atenção para o fato de as siglas adotarem um discurso contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mas na prática não apoiarem o projeto que retira o peemedebista definitivamente do comando da Casa.

Sangria
Bueno ressaltou que a falta de apoio permite que o vice-presidente Waldir Maranhão (PP-MA), aliado de Cunha e autor de consulta que pode levar a salvação do mandato do presidente afastado, continue a presidir a Casa. “Há 15 dias eu venho tentando buscar apoio com lideranças da Casa e não consigo. Estão aqui as assinaturas e não consigo as assinaturas do PT, do PCdoB, do PSOL, da Rede porque querem ficar nesse discurso: Não, como está sangrando, deixa aí”, criticou o líder do PPS.

 

2 comentários em “PT, PCdoB, PSOL e Rede tiram da reta quando o assunto é nova eleição para a presidência da Câmara

  • 13/06/2016, 11:23 em 11:23
    Permalink

    Agora o Cunha é problema dos golpistas. O deputado Rubens Bueno deveria erguer uma estátua em homenagem ao Cunha. Enquanto o Cunha comandava o impeachment contra uma presidente eleita democraticamente com 54 milhões de votos, o nobre deputado era do grupo Somos Todos Cunha. Agora vem com essa hipocrisia de querer afastar o Cunha de qualquer influência na Câmara. Ora bolas! O Temer é Cunha assim como o PPS do Rubens Bueno é Temer. Tudo propina do mesmo cofre. Esse deputado não tem moral nenhuma pra fazer qualquer cobrança ao PT, PCdoB e PSOL.

    Resposta
  • 13/06/2016, 13:04 em 13:04
    Permalink

    O “limpinho” do PPS é pau-mandado do Temer? KKKKK O “comunista” do PPS precisa resolver esse problema com a turma do Cunha, o centrão. Ele poderia ir conversar com o Marcelo Belinati, o Alex Canziani. O Hauly poderia ir combinar alguma coisa com o Bispo Edir Macedo. Se o PT. o PCdoB, o PSOL e a Rede assinarem esse documento, estarão fornecendo atestado de burrice. A turma do Temer quer dar um tapa na fera ferida usando a pata dos outros. O deputado Rubens Bueno pensa que é um grande estrategista mas não passa de um golpista que não vale um vintém.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: