Quem vender lâmpadas incandescentes será multado

A partir de hoje, está proibido à venda de lâmpadas incandescentes em todo o país. O Inmetro começa a fiscalizar amanhã, através do Instituto de Pesos e Medidas do Paraná (Ipem) estaduais, estabelecimentos comerciais que ainda tenham à disposição as lâmpadas incandescentes. A proibição tem o objetivo de evitar o desperdício, já que a lâmpada fluorescente economiza 75% em comparação. Se for uma lâmpada LED a economia aumenta para 85%. A multa para quem não atender a legislação é de R$ 100 a R$ 1,5 milhão.

Deixe uma resposta