Rio Bonito do Iguaçu pode ter reforço policial no dia da eleição

Do Blog do Tupan

A morte do líder do MST Ênio Pasqualin aumentou a tensão política na cidade 15 km de Laranjeiras do Sul, Rio Bonito do Iguaçu, na região central do Paraná, a ponto do prefeito Ademir Fagundes, o Gaúcho, solicitar reforço policial até o dia das eleições de 15 de novembro.

Pasqualin morava no assentamento Ireno Alves dos Santos e foi retirado de casa e encontrado morto em uma estrada rural da região.

O prefeito também enviou ao secretário da Casa Civil do governo Carlos Massa Ratinho Junior, Guto Silva, o pedido para enviar uma equipe policial especializada para a elucidação do crime, já que existem áudios com ameaças de políticos locais.

Deixe uma resposta