Suplente do vereador Gerson Araújo quer celeridade no processo de cassação

O suplente de vereador Amauri Cardoso, de Londrina, está de olho na vaga do vereador Gerson Araújo. Ambos são do PSDB.

Araújo discute no Tribunal Superior Eleitoral se fica ou não no mandato desde 2013. Quando concorreu ao cargo de vereador, Araújo estava ocupando a função de prefeito. O PTC, inconformado, ingressou com uma ação pedindo a não diplomação dele. A alegação era de que ele não poderia ter concorrido ao cargo legislativo estado ocupando uma função executiva.

Araújo perdeu o mandato no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná. O advogado dele, Frederico Reis recorreu ao TSE. Hoje a ministra Maria Thereza de Assis Moura indeferiu o recurso da defesa.

Mas a curiosidade da história é que a mesma ministra deferiu o pedido de “assistência simples” e a preferência no processo feito pelo suplente Amauri Cardoso. Como é parte mais do que interessada no caso e na vaga, Cardoso quer acompanhar o caso de perto e, obviamente, celeridade nos trâmites.

Um comentário em “Suplente do vereador Gerson Araújo quer celeridade no processo de cassação

  • 18/06/2015, 19:10 em 19:10
    Permalink

    A cadeira é do partido não dele! Deveria ter hombridade e ser menos politiqueiro. Agiu mal, tomara que o PTC leve a cadeira.

    Resposta
  • 18/06/2015, 20:36 em 20:36
    Permalink

    Que absurdo. Um candidato eleito pelo voto popular e que tem trabalhado em favor do povo. Espero que se mantenha no cargo.

    Resposta
  • 18/06/2015, 20:56 em 20:56
    Permalink

    Ele esta correto, se a irregularidades, se é lei tem que ser cumprida, o pastor Gersom sabe que esta errado , e como Homem e Pastor que é devia ter pedido para renunciar a tempo, como cristão sabe o que é certo.

    Resposta
  • 18/06/2015, 21:14 em 21:14
    Permalink

    Acho isto um absurdo que estão querendo fazer com o pastor.
    O pastor Gerson é um homem bom e justo e só assumiu a cidade naquela época para ajudar e foi isso que ele fez com muita ética e seriedade, por isto não deve ser afastado de jeito nenhum.

    Resposta
  • 19/06/2015, 14:19 em 14:19
    Permalink

    Acho uma tremenda falta de companheirismo por parte de Amauri companheiro de partido fazer isso, afinal bem sabe ele que, o pastor fez o que era certo fazer na época, não poderia fugir dessa responsabilidade. Ele não se favoreceu do cargo, pois lembro bem que na época, muitos candidatos começaram a espalhar que ele não era mais candidato, assim sendo,perdeu votos nessa eleição por conta dessa manobra podre de outros candidatos.Pator Gerson… essa cadeira foi conquistada por mérito seu, pelo seu grande trabalho, pela sua honestidade, competência.

    Resposta
  • 19/06/2015, 15:31 em 15:31
    Permalink

    Toto, todos são eleito, ele sabia quando assumiu a Prefeitura, usou o cargo de prefeito para ganhar mais votos, sabia da regra e tem que ser cumprida, por isso vai perder o cargo, e que ficou tempo demais.

    Resposta
  • 20/06/2015, 00:37 em 00:37
    Permalink

    Esse Amauri só pensa nele. É uma egoísta. Deveria respeitar a trajetória e a seriedade do Pastor Gerson e não agir como um traíra e adversário.

    Resposta
  • 20/06/2015, 14:23 em 14:23
    Permalink

    O que estao tentando fazer com o pastor gerson é injustica pois na epoca em que foi substituto na prefeitura municipal fez muito por londrina, e agora estao tentando tirar seu direito de vereador sao poucos politicos com sua honestidade.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: