Termina a greve dos professores do Paraná

Foto Gazeta do Povo

Terminou, enfim, a greve dos professores estaduais do Paraná. A assembleia dos professores aconteceu de manhã no Estádio da Vila Capanema, em Curitiba. Os profissionais aceitaram a proposta de reajuste de 3,5% em outubro e 8,5% em janeiro de 2016. As perdas inflacionárias de 2016 devem ser pagas em janeiro de 2017 – quando os servidores também ganham um adicional de 1%. A proposta prevê ainda a reposição da inflação de janeiro a abril de 2017 em 1.º de maio daquele ano – quando a data-base do funcionalismo estadual voltaria a ser em maio.

Cerca de 10 mil professores participaram da assembleia. A greve durou 44 dias.

Um comentário em “Termina a greve dos professores do Paraná

  • 09/06/2015, 12:20 em 12:20
    Permalink

    Os professores usaram o bom senso, como os funcionários da iniciativa privada perdendo os empregos(Só o HSBS vai demitir 50.000), não seria possivel continuar essa greve pois revoltaria a população.
    Como mostraram força, espero que lutem contra os aumentos de energia, Luz, impostos e geral e contra a corrupção nas estatais e nos três poderes.

    Resposta
  • 09/06/2015, 13:50 em 13:50
    Permalink

    Agora é a hora dos professores discutirem com alunos e pais de alunos a política adotada pelo governo Beto Richa. As medidas tomadas pelo governador não afetam apenas a vida dos servidores públicos. Agora é a hora de mostrar aos paranaenses que a arrecadação de um dos estados mais ricos está indo inexplicavelmente pelo ralo. Agora é a hora de mostrar como a corrupção que troca propinas por sonegação fiscal está tirando do povo serviços públicos essenciais.

    Resposta
  • 09/06/2015, 13:50 em 13:50
    Permalink

    Espero que depois deste longo descanso – porque muitos aproveitaram para viajar – os professores voltem a trabalhar com todo entusiasmo. Enfim, chega desta baderna patrocinada pela CUT/PT/APP.

    Resposta
  • 09/06/2015, 15:17 em 15:17
    Permalink

    Não tinham mais apoio dos pais e dos alunos para uma greve infantil.
    Queriam desgastar o governador e só.
    Nada mais que isso.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: