Terra vermelha

Ao doar/vender mais de 21,9 hectares para a COHAPAR do Iapar para construir casas populares Londrina vai perdendo áreas públicas preservadas.

Começou com invasões em fundos de vale, áreas de terra, venda da antiga Câmara Municipal para o Bradesco, e concessão de uso de praças e áreas verdes para construir creches, postos de saúde e até postos de gasolina (na Leste Oeste e Rodoviária). Foram se acabando áreas públicas de lazer e amortecimento de temperatura em parques e praças para o falso testemunho de falta de áreas. E a cidade vai perdendo sua característica urbana de ser bem arborizada com áreas verdes preservadas.

3 comentários em “Terra vermelha

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: