Tudo o que todos imaginavam sobre o pedágio começa a ser comprovado

A vergonha do Pedágio no Paraná começou no governo de Jaime Lerner, em 1998. Ao assumir o governo em 1995, dizia Lerner – com alguma razão, que as estradas do Paraná estavam em situação lastimável. 

O cabra então fez contrato com as concessionárias para resolver o problema no que ele chamava de Anel de Integração. E começaram os problemas. O pedágio já nasceu absurdamente caro em relação a qualquer comparação com rodovias pedagiadas em outros estados. Em vinte anos as concessionárias espoliaram o contribuinte, com a cumplicidade dos gestores do momento, ganhando aditivos sobre aditivos e não cumprindo sua parte nos contratos.

Vergonha atrás de vergonha.

O contribuinte sempre soube que havia algo muito sacana nos contratos e na relação das concessionárias com o governo e políticos periféricos.

Parece que agora, vinte anos depois, tudo o que todos imaginavam, começa a ser comprovado.

Deixe uma resposta