Um juiz pra chamar de seu… seu canalha

É ou não é pra acabar?

Aquele  juiz federal esquisitão, aquele que foi flagrado passeando com o carro que havia sido apreendido do Eike Batista, Flávio Roberto de Souza, confessou ter desviado mais de R$ 1 milhão de dinheiro apreendido pelo Tribunal Regional Federal. A informação foi divulgada ontem pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, que investiga o magistrado pelos crimes de peculato, subtração de autos, fraude processual e lavagem de dinheiro.

Segundo o MPF, que teve seu pedido de prisão preventiva negado pela Justiça Federal, o juiz disse ter tirado dos cofres da 3ª Vara Criminal do TRF 108 mil euros e US$ 150 mil em espécie – o equivalente a R$ 835 mil. Ele é acusado de outros crimes também.

Um comentário em “Um juiz pra chamar de seu… seu canalha

  • 13/03/2015, 12:07 em 12:07
    Permalink

    Esse é um dos canalhas que querem aquela famosa aposentadoria precoce por roubar.Meus Deus que Pais é esse e a elite vai protestar no lugar errado.

    Resposta
  • 13/03/2015, 12:25 em 12:25
    Permalink

    Tudo mundo falam mal dos politicos, mas servidores públicos do alto escalação talvez sejam piores que eles, porque ficam no cargo por vinte ou trinta anos.
    Existem milhares de Pedro Barusco, nas entidades publicas, mistas, Universidades, ete, existem milhares de auditores como esses pegos pelo MP que trabalham na Receita Estadual, existem milhares de juizes que vendem seus pareceres.Enfim, a sorte é que uma parte da população trabalha e cumpre seus compromissos.

    Resposta
  • 13/03/2015, 15:10 em 15:10
    Permalink

    Concordo com o Zani, totalmente, falamos e metemos o pau em politico ate a morte.Mas o duro e os cargos publicos, que ficam escondidos em seus concursos e roubam e fazem esquemas por longo tempo.Hoje em dia ser servidor publico alem de ter varias regalias, ainda tem a carteirinha que da direito a meter a mão….jesus tenha piedade de nó.

    Resposta
  • 13/03/2015, 17:33 em 17:33
    Permalink

    Zani e Blonde,
    Sou servidor publico a 34 anos e nunca roubei e se não sabem, informo que a maioria tem a mesma conduta da minha.
    Ademais, prestei concurso e fui aprovado, diferentemente daquelas pessoas que passam a vida toda tentando sem conseguir, tonando-se um indivíduo frustrado e ressentido com suas limitações e muitas vezes vegetam em torno do poder tentando um cargo de comissão.
    Mas acreditem, é muito difícil ser aprovado em um concurso público, por menos concorrido que seja, principalmente quando no texto do concursando são inseridas pérolas como ” Tudo mundo falam mal”, ” Mas o duro e os cargos publicos ” ou até mesmo se referir ao nosso Ser Supremo como “jesus”.
    Aí, meus amigos, só resta mesmo a crítica pura e simples.
    Mas muito simples, se é que vocês me entendem.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: