União por Fachin mostra que políticos podiam deixar a vaidade de lado e lutar pelo Paraná

Uma coisa é certa, se os políticos paranaenses se unissem sempre em favor de uma causa como o fizeram para eleger o advogado Luiz Fachin ministro do Supremo Tribunal Federal, o Paraná seria a Suíça.

Fachin foi eleito ontem, com 52 votos favoráveis e 27 contrários, para a vaga de Joaquim Barbosa, que se aposentou. Para elegê-lo, os políticos do Paraná se mobilizaram como nunca antes se viu. Estavam juntos na empreitada a senadora Gleisi Hoffmann (PT), o senador Roberto Requião (PMDB) – que não votou ontem porque estava em mais um de seus passeios na Letônia -, o senador Álvaro Dias (PSDB) e até o (des) governador Beto Richa que esteve presente no Senado no dia em que Fachin passou por uma sabatina.

 

0 thoughts on “União por Fachin mostra que políticos podiam deixar a vaidade de lado e lutar pelo Paraná

  • 20/05/2015, 10:19 em 10:19
    Permalink

    Pois é, não deu pra oposição escolher o substituto do Joaquim Barbosa…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: