Voto Impresso Auditável

Voto auditável, urna e impressora

Por Renato de Castro Menezes*
Seria nossa urna eletrônica, sem a conferência impressa, aceita pelo critério alemão?

A PEC 135/2019, mais conhecida como a PEC do voto impresso auditável tem causado inúmeras controvérsias. Infelizmente ela ganhou um contorno mais partidário do que técnico. Virou o “Projeto do Bolsonaro”, ao qual os partidos de oposição devem derrotar, pois seria uma “derrota do Presidente”. Mas seria mesmo uma derrota “do Presidente”? (mais…)

, , , , , ,

Semana importante para definição do voto auditável

Bolsonaro e o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso- foto Marcos Corrêa/PR

da Veja

Publicamente, o discurso de ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é uníssono no sentido de que as urnas eletrônicas são totalmente seguras, que não há motivo algum para a implantação do voto impresso e que a medida representa um retrocesso de gasto bilionário desnecessário. Em caráter reservado, no entanto, integrantes da Corte Eleitoral já fazem uma avaliação mais pessimista — ou realista — do cenário que se desenha no Congresso, onde são concretas as chances de aprovação da proposta defendida fervorosamente pelo presidente Jair Bolsonaro. (mais…)

, , , , , , , ,

Oposição na CPI quer quebrar sigilo telefônico de Carlos Bolsonaro

De o Globo

A cúpula da CPI da Covid, em acordo com a ala oposicionista, que é maioria no colegiado, decidiu colocar em  votação nesta terça-feira a quebra de sigilo telefônico e telemática de oito pessoas ligadas ao governo, entre elas o filho do presidente da República, Carlos Bolsonaro (RJ).

Na pauta da sessão, destinada ao depoimento do ministro Marcelo Queiroga, consta também pedido de transferência de sigilo telefônico do ex-ministro Eduardo Pazuello, do ex-chanceler Ernesto Araújo, do ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, e suas empresas, e do assessor especial da Presidência, Filipe Martins.

, , , ,

De olho no Senado. Mas é preciso combinar com os eleitores

Informa o poderoso blog do Fernando Tupan que Ricardo Barros, líder do governo Bolsonaro na Câmara Federal, está de olho na disputa para o Senado. Para conseguir seu intento faria uma parceria estratégica com o governador Ratinho Jr.

Para recordar, Barros foi candidato ao Senado em 2010 e foi derrotado. Os vencedores foram Gleisi Hoffamn (PT) e Roberto Requião (MDB).

Na eleição do ano que vem será apenas uma vaga em disputa. (mais…)

, , ,

Seus problemas acabaram. Salário mínimo vai a R$ 1.088,00

Marcelo Casall Jr/Agência Brasil

Logo após a Câmara dos Deputados aprovar o texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021, em votação rápida e simbólica (sem registro de votos no painel eletrônico), a proposta foi aprovada no Senado e agora segue para sanção presidencial. A LDO define as metas e prioridades do governo para o ano seguinte, orienta a elaboração da lei orçamentária anual e fixa limites para os orçamentos dos poderes Legislativo e Judiciário e do Ministério Público. (mais…)

, , ,

Senado fará sabatina com indicado para o STF na quarta-feira

Marcos Oliveira/Agência Senado

O Senado terá uma segunda semana de esforço concentrado para a sabatina de autoridades a partir da próxima segunda-feira (19). Entre as autoridades indicadas pela Presidência da República que dependem de aprovação dos senadores está o desembargador Kassio Nunes Marques, para integrar o Supremo Tribunal Federal (STF). Também estão na lista nomes para o Tribunal de Contas da União (TCU), para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e para a diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). (mais…)

, , , , ,

Moro defende que Congresso mude a lei para prisão em segunda instância

Sérgio Moro – Pedro França/Agência Senado

da Veja

O ministro da Justiça, Sergio Moro, afirmou em nota emitida nesta sexta-feira, 8, que o Congresso pode alterar a Constituição e determinar novamente as prisões após condenação em segunda instância. O posicionamento do ex-juiz da Operação Lava Jato ocorre um dia após maioria do plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) decidir que a execução da pena deve ocorrer somente após o trânsito em julgado, quando não cabe mais recursos da defesa. (mais…)

, ,

Previdência será votada amanhã no Senado

foto Marcelo Camargo/Agência Brasil

da Agência Brasil

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou hoje (30) que a reforma da Previdência pode ter mais de 60 votos favoráveis na votação em primeiro turno no plenário. Esse número permitiria a aprovação da proposta com folga, já que são necessários 49 votos para que a Casa aprove mudanças constitucionais. (mais…)

, ,

Richa diz que motivo do estremecimento PSDB/PP tem nome: Ricardo Barros

Richa – foto do site Causa Operaria

E agora há pouco, durante uma entrevista à Rádio CBN Londrina, com a jornalista Raquel Rodrigues, Beto Richa deixou claro o que está acontecendo em sua relação com a governador Cida Borghetti (PP).

Há muito tempo houve um acordo para que o PP e o PSDB caminhassem juntos. Cida receberia o governo e concorreria à reeleição e Beto Richa evitaria que o PSDB tivesse candidato ao governo e seria o candidato ao Senado pela Chapa.

Tudo certo, nada resolvido.

(mais…)

, , , , , , ,

Campanha com dinheiro público? Não, não. Eu não acredito

Não que este blogueiro pense que é campanha eleitoral com dinheiro público, longe disso, mas recebi aqui uma revista, capa dura – folhas internas com gramatura alta, de 74 páginas, impressa pela gráfica do Senado. Chique no úrtimo. (mais…)

, , , ,

Entre mamonas e Bichon Frisè, esperar o quê!

do Fernando Tupan

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) usou o twitter para criticar seu colega de Senado Álvaro Dias, pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos na eleição deste ano. Usando uma foto de Álvaro na campanha de 2014, em que o senador segurava seu cão bichon frisé, Requião escreveu: “Álvaro Dias faz postagem ridícula e põe um um gaúcho tipo bichon frisé para falar por ele. Sossega Álvaro, posso dizer no plenário, com vc presente, algumas coisas que sei a seu respeito?” (mais…)

, , , , ,

Leprevost votará em Alvaro Dias e pode disputar o Senado

O senador Álvaro Dias (Pode) tem pelo menos um voto já garantido no Paraná, caso mantenha sua pré-candidatura à presidência da República.

O deputado estadual Ney Leprevost (PSD), diz que irá votar em Dias, porque ele é representante do Paraná.

Aliás ele tem sido incentivado pelos parças a ser candidato ao Senado nas próximas eleições quando duas vagas estarão em disputa.

Na segunda-feira, durante reunião do diretório em Curitiba, lideranças da sigla fizeram coro para a proposta.

, , , , , , ,