Vargas e Argôlo se recusam a falar na CPI da Petrobras

  • Ex-deputado Luiz Argôlo (ao centro) (SD-BA)Ex-deputado Luiz Argôlo (ao centro) (SD-BA)

Convocados pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras a depor, os ex-deputados Luiz Argôlo (SD-BA) e André Vargas (sem partido-PR) optaram por permanecer em silêncio na audiência desta terça-feira (12) que ocorre em Curitiba com os presos da operação Lava Jato.

Os ex-parlamentares disseram que não responderiam as perguntas dos deputados a pedido de seus advogados. “Eu falei antes e ajudou minha defesa em nada, por isso me manterei calado”, disse Argôlo.

Argôlo esteve em setembro do ano passado no Conselho de Ética da Câmara para se defender das acusações de quebra de decoro parlamentar com a relação com o doleiro Alberto Youssef.

Naquela ocasião, Argôlo disse que nunca havia sido sócio do doleiro em qualquer empresa e que tinha havido “vazamentos seletivos” das mensagens interceptadas pela Polícia Federal para incluir seu nome nos casos de corrupção investigados pela Lava Jato. (leia mais)

0 thoughts on “Vargas e Argôlo se recusam a falar na CPI da Petrobras

  • 12/05/2015, 18:17 em 18:17
    Permalink

    E pra que estes caras vestidos de preto, parecendo ninja, vão andar assim no encalço de fascinoras, apesar destes tbem serem , mais não conseguem correr uma quadra.So quando veeem uma licitação.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: