Finanças da Sercomtel, clareando… ou não

Ontem publiquei sobre os dirigentes financeiros da empresa (http://bit.ly/2ggHjql) e chamou a atenção que o responsável por apresentar os números na sessão descarrego da Sercomtel na frente do Prefeito e convidados foi Edilson Moreira (Sercomtel Contact Center), já que a atual diretora Rosangela Miqueletti – indicada pelo ex-presidente Luiz Adati – nada disse no evento.

Portanto, Belinati, entregará o setor financeiro aos funcionários de carreira por sugestão da sócia Copel, tentando lavar as mãos pelos caminhos sinuosos dos próximos capítulos e que deverão projetar a recuperação da empresa ou sua bancarrota total.
O balanço de 2016 apresentado em março último por Rosangela Miqueletti  (http://bit.ly/2yvco1Q) apresenta o ítem ‘10.1 Empréstimos a acionistas’ – uma dívida de R$ 23,885 milhões de reais da Prefeitura de Londrina com a Lei Municipal n.º 5.347/93 n.º 6.514/96 – balanço de 1997 (8,275 milhões de reais – http://bit.ly/2ySrnpL).
O Conselho de Administração chegou a discutir a forma de receber este dinheiro já na gestão de Junker Grassioto/Marcelo Belinati.
Em 1998 veja o que escreveram (http://bit.ly/2kWz9sB) – dívida da Prefeitura – 5,738 milhões de reais: “Após análises minuciosas e diversas negociações, em 14/05/98 foi anunciada pelo atual Prefeito do Município, Sr. Antonio Belinati, a formalização da parceria estratégica com a – Companhia Paranaense de Energia – COPEL, onde o Município transferiu à nova sócia 45% (quarenta e cinco por cento) das ações da companhia.
A negociação foi aceita de maneira extremamente favorável pelos habitantes do município, por vários analistas econômicos, pelo quadro funcional da companhia e, de modo especial, por todos os habitantes do Estado do Paraná, pois a companhia continuou preservando suas raízes genuinamente paranaenses, reunindo no seu âmbito, além da própria municipalidade, uma das mais destacadas empresas brasileiras do setor energético, orgulho de todos os paranaenses.”
Em 1999, após a venda das ações por Belinati – a dívida da Prefeitura foi de R$ 8,381 milhões (http://bit.ly/2ijzkgu). Com a cassação de Belinati em 2000 o balanço apontou investimentos duvidosos em TV por Assinatura em São José (SC), Osasco, Maringá, na Companhia Nacional de Intervias, Ask e o provedor Onda e uma dívida com empréstimo da prefeitura R$ 10,04 milhões (http://bit.ly/2kUGqsA).
O leitor pode ver os balanços aqui para encontrar os culpados pela crise sejam quem forem – http://bit.ly/2gikFy5

6 comentários em “Finanças da Sercomtel, clareando… ou não

  • 18/10/2017, 10:44 em 10:44
    Permalink

    Foi a família Belinati.
    Mamaram até acabar.
    Tios, primos e até o amigo Boca Aberta que foi assessor do Barbosa Neto e Coutinho Mendes.

    Resposta
  • 18/10/2017, 21:03 em 21:03
    Permalink

    Ta no azul, tanto que os assessores que o Adati contratou qdo a empresa estava no pior momento, sem fluxo de caxa e sem necessidade, stão na empresa. Quer dizer, cortar só na carne do funcionário. Queremos deixar muito claro, não é nada pessoal, pois se fosse meu caso, não seria idiota de recusar um convite para um salário tão atrativo. Pois estão lá pelas suas qualidades profissionais. Mas, não era o momento. E como a SERCOMTE sempre é uma caixinha se surpresa, surgiu do nada mais um BO, que o Hanss tem que tomar providências e o prefeito tem que dar satisfação, pois passou a SERCOMTEL de porteira fechada para o jápa, que tudo indica deu una derramada Deus com sua BMW! Aliás, várias derramadas.

    Resposta
  • 18/10/2017, 21:27 em 21:27
    Permalink

    Seguinte, ninguém entendeu por quê a Dir financeira dos zoios verdes não foi escalada para falar, pois a é a especialista?

    Resposta
  • 18/10/2017, 22:40 em 22:40
    Permalink

    O fato é que, mamaram na Sercomtel até secar o leite , agora procuram outra vaca holandesa para secarem o leite tambem, ou melhor sera que já não encontraram?

    Resposta
  • 18/10/2017, 23:13 em 23:13
    Permalink

    E o circo do Londrina. Adati participando como se nada tivesse acontecido. E ninguém perguntou sobre o caso cabeludo que envolveu o filho? Não acredito, póvinho sem graça. Aliás, não podia faltar o BARBOSETE do Stanley, perdido como sempre. E o show man Lucindo Porto de Paranagua. Rrrr

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: