Site elege Hauly o melhor deputado do Brasil. Maringaense é considerado o pior do Paraná

Do Maringá Post

O Paraná tem o melhor deputado federal do Brasil e Maringá o pior do Paraná. É isso que mostra o ranking de 2017 do site polítcos.org.br, que propõe uma série de critérios para justificar pontuações positivas e negativas de todos os deputados federais no Brasil.

Em primeiro lugar – tanto no Paraná, quanto no Brasil – o londrinense Luiz Carlos Hauly (PSDB) foi o deputado federal que adquiriu a melhor pontuação. Ele alcançou 219 pontos, em uma média que é feita entre os seis critérios, como “Qualidade Legislativa” e “Processos Judiciais”.

Enio Verri
Levantamento apontou que o deputado federal Enio Verri foi o pior legislador do Estado em 2017

Por outro lado, o maringaense Enio Verri (PT) foi considerado o pior deputado federal do Paraná, com -183 pontos. Com essa pontuação negativa, Verri está na 489ª colocação geral do ranking, com 513 deputados. (leia mais)

21 comentários em “Site elege Hauly o melhor deputado do Brasil. Maringaense é considerado o pior do Paraná

  • 17/10/2017, 13:01 em 13:01
    Permalink

    Esta lendo alguns comentários de eleitores londrinenses…… lamentável. Para esses “entendedores” o bom mesmo deve ser o tal do Boca Aberta, Belinati, Barbosa Neto e outros tantos já eleitos por esses catedráticos cientistas políticos.

    Resposta
  • 17/10/2017, 14:19 em 14:19
    Permalink

    O que é pior, um site que se diz de pesquisa, mas com métodos e critérios de avaliação questionáveis, ou um site de “jornalismo” que se presta a veicular a pesquisa sem um mínimo de criticidade? Quem está interessado em credibilidade? Segue nota do PT de Maringá sobre a pesquisa do tal site de pesquisa.

    Quem afere os critérios de pesquisa?

    Um site chamado “Ranking dos Políticos” se declara classificador de parlamentares, do melhor para o pior. Como garantia da fidelidade de seus dados, o site alega que usa informações oficiais e que os pontos ganhos ou perdidos, atribuídos por critérios incertos, estão documentados. Os parlamentares são avaliados nos quesitos: gastos, assiduidade, fidelidade partidária e processos judiciais.

    É muito simples avaliar um(a) parlamentar pelo consumo da cota de gastos do mandato. Os gabinetes mais econômicos são os mais bem classificados, segundo os critérios de economicidade do site. Já no quesito “Qualidade Legislativa”, em que o site classifica o parlamentar segundo seu voto em determinadas propostas, o critério de avaliação torna-se absolutamente incompreensível.

    Segundo o Conselho de Avaliação do site, a análise dos votos dos parlamentares leva em conta, principalmente, sua contribuição para o combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício de dinheiro público. Sem qualquer clareza, encontra-se parlamentares que votaram contra a reforma trabalhista, a terceirização e a reforma do Ensino Médio e, por isso, receberam pontuação negativa. Já quem votou a favor dessas matérias, recebeu pontos positivos. Ou seja, o critério foi a/o parlamentar ser a favor, ou contra.

    Ao votar sim, ou não, na reforma do Ensino Médio, por exemplo, qual a contribuição do voto da/o parlamentar para o combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício de dinheiro público? A mesma pergunta se aplica para as demais votações das propostas analisadas pelo site. Por que um parlamentar que votou a favor da reforma trabalhista recebe pontos positivos, e um que votou contrário, recebe pontos negativos? Qual é o critério para atribuir essa pontuação?

    A despeito da tendência ideológica do site, haja vista sua formação, o verdadeiro problema dessa fonte de informação é a tendência do critério avaliativo conforme o espectro ideológico a que pertença a/o parlamentar. Pior que a existência de um canal de informação tendencioso e incorreto, é saber que existem veículos de comunicação que utilizam dados absolutamente questionáveis para produzir matérias jornalísticas. É com assinar um atestado de descredibilidade.

    PT Maringá

    Resposta
  • 17/10/2017, 14:54 em 14:54
    Permalink

    Enio Verri, chupa que é de uva !
    Parabéns Hauly

    Resposta
    • 17/10/2017, 21:26 em 21:26
      Permalink

      Jonas, ficar no final da lista do Rogério Chequer – no caso, Ênio Verri – não é vitupério, é elogio! Quá! Quá! Quá!

      Resposta
  • 17/10/2017, 15:03 em 15:03
    Permalink

    Para quem acompanha a trajetória de trabalho do Hauly,
    não é nenhuma novidade. Pelo seu desempenho, Hauly
    sempre esteve entre os mais destacados parlamentares
    pela avaliação do DIAP – Departamento Intersindical de
    Assessoria Parlamentar.

    Resposta
    • 17/10/2017, 17:02 em 17:02
      Permalink

      Discordo acho um péssimo político, daqueles das antigas, que arranja cargo pro filho que nunca trabalhou na vida. Esteve presente no pior governo que o estado do Paraná já teve ( Richa ) sendo Secretaria da Fazenda ( e não viu nenhum desvio de dinheiro público, vide Publicano ) mais omisso que nós tivemos.

      Resposta
  • 17/10/2017, 15:23 em 15:23
    Permalink

    Parabéns Hauly pelo bom trabalho e história de vida.

    Resposta
    • 17/10/2017, 16:59 em 16:59
      Permalink

      Parabéns porquê? Votou contra o trabalhador e apoio os nefastos e corruptos Temer, Aecio e Richa. E Vai votar uma reforma cretina que só prejudica a população carente.

      Resposta
      • 17/10/2017, 17:42 em 17:42
        Permalink

        Ricardo, arruma um pixuleco ali com o ex ministro Paulo Bernardo ou com a Gleisi e tudo certo. O Ceará do sindicato dos bancários pode ajudar.

        Resposta
        • 18/10/2017, 15:13 em 15:13
          Permalink

          Pqr eu arrumaria, não sou pelego igual vc!!! Que fica mamando na teta desse engodo. Vc deve ser um dos milhares de aspones do Governador.

          Resposta
  • 17/10/2017, 20:00 em 20:00
    Permalink

    Os adversários de sempre, com as críticas de sempre. Enquanto isso,
    a caravana passa e reconhece, mais uma vez, o trabalho digno
    e exemplar do Deputado que muito bem representa o Paraná
    em Brasília. Parabéns, Hauly, você sempre mereceu o meu voto.

    Resposta
  • 17/10/2017, 21:22 em 21:22
    Permalink

    Nem vou falar que o Rogério Chequer vivia nos Estados Unidos e lá está sendo processado… Mas o site dele é bem chapa branca (no direto, mais tucano impossível – quá! quá! quá!). Lá no meio do site, num canto que quase ninguém vê, existe uma matéria intitulada: “Parabéns aos partidos que mais votaram pela investigação de Temer”. Sabe que partido ganhou neste quesito? O PT!!! Embora seja o partido que deu mais voto a favor da investigação do Temer (58 votos a zero), ele aparece em último lugar na lista dos partidos parabenizados. Pelo menos nessa lista não deu pro Chequer colocar o PSDB, o PP e o PMDB.

    Resposta
    • 17/10/2017, 22:18 em 22:18
      Permalink

      Chequer e disque vigarista se merecem no Volta Dilma e Doleiros queridos.
      Volta pixuleco pra mim… deve dizer o dique vigarista.

      Resposta
      • 19/10/2017, 14:25 em 14:25
        Permalink

        Que criança mal educada! Será algum assessor parlamentar ou mero cabo eleitoral? Brimos, em Brasília tem ranking para todos os gostos. Por exemplo, o ranking do site Atlas Político. Nesse ranking, referente ao ano passado, o Hauly perdia, por exemplo, para o então deputado Marcelo Belinati. Hauly: 176º. lugar, Marcelo: 99º lugar. O primeirão dessa lista é o excelente deputado Chico Alencar (PSOL). Brimos, a preocupação da turma do Hauly não deve ser mais o PT. Quem pode engolir o eleitorado do Hauly é o Kireeff! Aliás, nas convenções partidárias do Calçadão, já tem a turma que bota o Hauly na patota do Temer. E o Kireeff já se escafedeu do time do Temer indo para o Podemos do Álvaro Dias que virou crítico feroz do presidente.

        Resposta
  • 17/10/2017, 22:58 em 22:58
    Permalink

    Não adiantam as desculpas, o DIAP (que pertence aos sindicatos e não é chapa branca) todos os anos sempre coloca o Hauly como Cabeça do Congresso. Então, só nos resta parabenizá-lo.

    Resposta
  • 18/10/2017, 13:51 em 13:51
    Permalink

    De onde e de quem é esse “Ranking de parlamentares”? quais métodos e critérios de avaliação foram considerados? quem afere a pesquisa? – Será por credibilidade, eficiência, competência, volume de projetos apresentados e, entre todos deputados federais e senadores (e olhe que são muitos), daí ser ungido como o “melhor” e primeiríssimo lugar o HAULLY? – Uma piada em véspera de ano eleitoral, só pode ser.

    Resposta
    • 18/10/2017, 20:16 em 20:16
      Permalink

      Naim é um velho conhecido da derrota eleitoral. Afilhado de Beligato, o tio Bila, arrumou para si a fama de perdedor. Não admite nos outros o que lhe falta

      Resposta
  • 19/10/2017, 10:04 em 10:04
    Permalink

    Esse ranking é uma bobagem. No caso do Hauly só serve pra gente saber que ele vota sempre nas propostas do Temer: na reforma trabalhista feita pra ferrar trabalhador, na terceirização irrestrita dos empregos que também vai ferrar o trabalhador, na PEC 241 que, mais uma vez, ferrou o trabalhador é o resto do povo pobre do país. Esse ranking não tem nada a ver com competência. Por isso que os tucanos e seus aliados estão no alto do ranking e os petistas estão lá no final. E esse ranking também tem o seu esqueminha de ajudar certos candidatos à reeleição. Não é à toa que o organizador desse ranking é o mesmo cidadão que fechou com o PSDB, Temer e Cunha pra tirar a Dilma, um tal de Chequer.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: