O Coritiba já garantiu o troféu MiMiMi de Ouro 2015

Charge emprestada do Sassá

Confesso que nunca imaginei que pudesse acontecer o que está ocorrendo neste campeonato Paranaense. Os times de Curitiba – Paraná, Atlético e Coxa – se apequenando desta forma.

O Paraná Clube, com sérios problemas financeiros – mas com jogadores valentes – aos trancos e barrancos passou da primeira fase, mas caiu nas oitavas de final; o Atlético, com seu truculento e arrogante mandatário, luta para não despencar para a segunda divisão.

E agora, o Coritiba, que por décadas e décadas, foi beneficiado com arbitragens pouco cristãs, fazendo o maior MiMiMi porque foi derrotado em Londrina pelo Tubarão.

Nos jornais e blogues da Capital, o chororô dos jogadores e dirigentes do Coxa mostram bem o tamanho que se transformou o time que já foi campeão brasileiro e que era o bicho papão do Paraná.

Falam em pressionar a Federação Paranaense; falam em não aceitar este ou aquele árbitro; falam que este e aquele jogador do Londrina foram mais ríspidos na partida. Tudo porque o time perdeu em Londrina por 1 a zero no último fim de semana.

O Coxa reclama de um possível pênalti em Negueba. Sim, há os que interpretam a tal jogada como pênalti. Porém, o jogador Paulinho, atacante do Londrina, também foi derrubado na área do Coxa e o árbitro também não viu pênalti.

Então, dois pênaltis sem marcar, um para cada lado.

Lembro-me em 2013, no Estádio do Café, o árbitro da partida deixou de marcar três pênaltis contra o Coritiba. Um ano antes, outro árbitro anulara dois gols do Tubarão também em confronto com o alviverde.

São décadas de garfadas homéricas. Em uma delas, em 2012 em Curitiba, o agora deputado federal – não com o meu voto – o ex-árbitro Evandro Rogério Roman invalidou um gol olímpico do Londrina sobre o Coritiba. Deve ter entrado para o Guiness Book.

Sabe o que é mais curioso, não foi o possível erro de arbitragem que derrubou o Coritiba no Estádio do Café no domingo. O mérito é do golaço de Paulinho, do empenho dos jogadores do Londrina e da estratégia adotada. Os atletas do alviceleste marcaram forte em todos os centímetros do campo, não dando qualquer espaço para o Coxa.

Também contribuiu a péssima atuação da maioria dos jogadores do clube da capital de todos os curitibanos. A zaga foi lastimável em várias oportunidades. Já o atacante Wellington Paulista foi categoricamente anulado pela defesa alviceleste.

O MiMiMi dos jogadores do Coritiba e seus dirigentes, mostra o tamanho do atual time Coxa.

As ameaças dos últimos dias mostram que o Alviverde do Couto Pereira está muito, mas muito preocupado com o time que fez mais pontos em todo o campeonato de 2013 e que é o atual Campeão Paranaense.

Quem vai ganhar se classificar para a final?

Só no domingo à noite nós saberemos.

Mas de antemão já dá para identificar quem irá receber o Troféu MiMiMi de Ouro.

 

 

Um comentário em “O Coritiba já garantiu o troféu MiMiMi de Ouro 2015

  • 25/02/2016, 20:56 em 20:56
    Permalink

    No dia em que seu time e seus torcedores paulistas forem campeões brasileiros me avisem.
    Time que sem Sergio Malucelli ja nem existiria mais.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: