Boa notícia. Restaurante Popular volta a funcionar

do N.Com

Seguindo todas as orientações do Decreto Municipal n.º 484, reabriu na última segunda-feira (20) o atendimento ao público no Restaurante Popular de Londrina, que fica na Rua Professor João Cândido, 14, em frente ao Terminal Central. No primeiro dia de abertura gradual foram servidas 50 refeições. Para esta quarta-feira (22), a expectativa é que 100 pessoas almocem no local.

Foto: Vivian Honorato

Normalmente, antes da pandemia de coronavírus, eram servidas, em média, 750 refeições por dia. Porém, seguindo as orientações de prevenção à epidemia, a intenção é servir, no máximo, 300 pessoas diariamente, ou seja, metade da sua capacidade máxima de atendimento. Além disso, houve alteração na disposição de mesas e cadeiras, a fim de manter a distância de 2 metros entre um consumidor e outro.

Segundo o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Gedson Antônio França, no local, os funcionários também estão reforçando as orientações aos consumidores sobre as normas de higienização e prevenção à Covid-19. Assim, desde a formação da fila de entrada até o momento de se sentar à mesa para fazer a refeição, a população deve manter o distanciamento recomendado.

Foto: Vivian Honorato

Também está sendo reforçada a desinfecção da catraca de entrada e saída, foram colocadas embalagens de álcool em gel 70% para a higienização das mãos e, para aqueles que preferirem, há sabonete, papel toalha e uma pia para a lavagem mais completa das mãos. Além disso, a entrada no restaurante está aberta somente às pessoas que estiverem usando máscaras de proteção. Todos os profissionais do estabelecimento continuam se protegendo e utilizando luvas, máscaras e avental.

“Na segunda-feira estivemos no Restaurante Popular para acompanhar a reabertura. Todos estão seguindo as recomendações do art. 7º, do Decreto nº 484 e estão reforçando as orientações à população. Achei muito boa a forma como estavam dispostas as mesas, a obrigatoriedade do uso das máscaras para entrar no restaurante e o reforço na desinfecção dos locais de contato. É uma forma de manter a população protegida e, ao mesmo tempo, os funcionários do restaurante também”, explicou o secretário de Agricultura e Abastecimento.

Foto: Vivian Honorato

Outra medida que está sendo avaliada é a ampliação do horário de atendimento do Restaurante Popular para evitar a formação de filas na entrada e aglomeração dentro do estabelecimento. No momento, o restaurante está funcionando das 11 horas às 14 horas, de segunda a sexta-feira. Porém, segundo França, dependendo do comportamento da população, que está sendo monitorado constantemente, poderá haver mudanças no horário de funcionamento.

Novo Restaurante Popular – Além da unidade na região central, a zona norte de Londrina também deve receber um Restaurante Popular em breve. A construção ficará na Avenida Saul Elkind esquina com a Rua Carlos Galhardo e possibilitará o atendimento, em tempos normais, de até 1.500 refeições diárias, em uma área construída de 1.200 metros quadrados.

No momento, encontra-se em fase de execução dos projetos e serviços de engenharia para construção de restaurante. A empresa vencedora do processo administrativo, na modalidade Convite, foi a Nieri Engenharia Civil Ltda. O valor estimado para essa fase era de R$ 117.192,00, porém a Prefeitura de Londrina conseguiu alcançar uma economia real de R$ 13.392,00, que corresponde a um percentual de 11,42% e está investindo somente R$ 103.800,00.

3 thoughts on “Boa notícia. Restaurante Popular volta a funcionar

  • 22/04/2020, 16:02 em 16:02
    Permalink

    O Marcelo Belinati cedeu à pressão da ACIL e outras associações e sindicatos e reabriu o comércio. Agora reabre o Restaurante Popular, quem passa na frente do terminal sabe a fila que fica na frente do restaurante antes de abrir. Enfim, logo logo vamos ver os casos de covid19 explodir em Londrina e o sistema público de saúde não vai dar conta de atender. Eu sei que muita gente vai ser contaminado, acho que é inevitável, mas só o isolamento vai retardar o contágio para que o caos não chegue aos hospitais. Eu não sei o que esse povo precisa tanto de ir ao Centro. Hoje, de novo o Centro está lotado. Me expliquem o que tem no Centro que faz essas pessoas se arriscarem? Um amigo que trabalha no comercio diz que tem gente que está no centro comprando sapato, roupa intima e outros produtos que em tese poderiam deixar para depois, o que aconteceu nesses 20 e poucos dias de centro fechado, a sola do sapato descolou? A calcinha furou?. Para vai, isso tudo poderia ser deixado para depois.Podem esperar, daqui no máximo quinze dias os casos de Covid em Londrina vão dobrar ou triplicar pela falta de conscientização da população. Daí, na hora que precisarem de internação ou UTI e não tiver leito, não vão chorar o leite derramado.

    Resposta
  • 22/04/2020, 20:00 em 20:00
    Permalink

    Depois do almoço, os clientes do Restaurante Popular – boa parte formada por potenciais clientes do coronavírus – vão dar um rolezinho no Calçadão pra fazer o quilo e agradar os lojistas. Não há lojista que não adore ver o Calçadão abarrotado de gente. Já a Acil finge que não adora… Quá! Quá! Quá!

    Resposta
  • 22/04/2020, 20:22 em 20:22
    Permalink

    bem vamos aos fatos, de popular ou para o trabalhador ai tem pouca serventia.A maioria que faz sua refeição são pessoas idosas que moram nos bairros, pegam o onibus de graça, vem para ciade almoçar dar uma volta e depois voltam para seus bairros e pasmem senhores muit gente de Cambe e Ibipora, nesta mesma toada….E o covil dos idosos…..poderia esperar mais um pouco.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: