A Esquerda Está Totalmente Perdida e Não Sabe Disso

do blog do Stephen Kanitz

É muito triste que nenhuma ala da esquerda brasileira como a comunista, a trotskista, a chavista, a castrista, a extremista, nenhuma conseguiu se destacar nesses dez meses, positivamente.

Nenhuma propôs medidas alternativas a não serem contra tudo o que esse governo fez ou propôs.

Nenhum economista de esquerda sugeriu como ativar esse marasmo na economia.

Sugerindo, por exemplo, ampliar prazo de impostos, financiar capital de giro e não apresentar as propostas de sempre como gastar mais em educação e outros gastos de governo.

Isso é um desserviço à nação e à democracia.

90% de nossos intelectuais gastando nosso dinheiro com os tweets do Bolsonaro.

A esquerda está tão preocupada com esses tweets que nem percebe que a equipe de governo está trabalhando celeremente para consertar esse país.

E que a economia vai bombar em 2022, ano da eleição.

Aí, a mídia social irá mostrar todo esse ódio diário da esquerda, que só ficou criticando o português do Bolsonaro, e suas frases polêmicas.

Eu o sigo, mas o que leio parece ser diferente.

A esquerda não está nem se preparando para o novo Brasil que está surgindo.

E que terão de superar, com propostas de continuidade e crescimento ainda mais rápido se quiserem voltar.

Como superar um desemprego zero ou quase zero em 2022?

Ou explicar por que o Bolsa Família não dava o décimo terceiro salário, que o PT negou por 16 anos, apesar de ser uma conquista social?

Ou, por que não fizeram a Reforma da Previdência e o saneamento do Estado?

Em vez da esquerda se aprimorar, reciclar, aprender, e ser mais ligada ao mundo real, continuam com esse discurso de ódio que já enche a nossa paciência.

Tanto que ninguém mais lê, acreditem, só a esquerda se auto alimentando num suicídio coletivo.

Acho que Bolsonaro está fazendo tudo isso de propósito, militar que é, despistando o inimigo, desviando fogo inimigo do estratégico.

Concentrem-se no que o segundo escalão está fazendo como o Salim Mattar, o Paulo Uebel, o Marcos Mendes, o Paulo Guedes, o Ricardo Salles, e muitos mais.

Vejo muitos dos meus sonhos de Administração Responsável das Nações.

Uma equipe finalmente, todos do mesmo partido, trabalhando juntos, de forma coordenada, pensando em objetivos e não em eleições.

Uma equipe que está atraindo nossos melhores funcionários públicos afastados pelo PT que colocava seus companheiros sindicalistas.

Deixem o Bolsonaro enlouquecer a esquerda, tirando o foco deles, em vez deles se prepararem para o que terão que enfrentar em 2022.

Deixem a esquerda perder seu tempo com os filhos de Bolsonaro, do que entrevistar seus poucos economistas, ainda não investigados, de como o PT arrumará o capital de giro que pode faltar de 2020 em diante.

(Não vai faltar, espero que até lá a ficha caia.)

Bolsonaro fala demais porque não tem o que fazer.

Mas tudo isso tira o foco da esquerda daquilo que eles deveriam se preocupar.

E não vão.

5 comentários em “A Esquerda Está Totalmente Perdida e Não Sabe Disso

  • 31/10/2019, 14:28 em 14:28
    Permalink

    Conheço esse cidadão desde o tempo que escrevia para aquele esgoto a céu aberto, espalhando fedor e pestilência, chamado Veja. Mas o cidadão continua produzindo um poço de besteiras. Primeiro ele cobra os economistas de esquerda: “Nenhum economista de esquerda sugeriu como ativar esse marasmo na economia”. Depois ele diz que o governo do Pai&Filhos, com as medidas em andamento, vai fazer “a economia bombar em 2022” e que o desemprego em 2022 vai ser “zero ou quase zero”. Se a economia vai ser essa maravilha em 2022, por que o governo neoliberal iria ouvir economistas esquerdistas? O bolsominion Kanitz deveria saber que nenhum economista de esquerda tem sugestões para melhorar um governo fascista (que ameaça o povo com um AI-5) que copia o neoliberalismo fracassado do Chile. Gosto do Paçoca por Isto: traz sempre a prova de como a direita brasileira é uma indigente intelectual.

    Resposta
  • 01/11/2019, 08:07 em 08:07
    Permalink

    Discordo humildemente a equipe econômica do Bolsonaro é horrível. O presidente governa de forma líquida e a probabilidade de se acontecer o efeito Macri, é cada vez mais visual. O liberalismo superficial do Bolsonaro é incompatível com o estado de direitos e pra piorar o brasileiro não vai suportar a tragédia econômica até 2022. E acho que que na marcha que vai o governo não chega em 2022.

    Resposta
  • 01/11/2019, 17:45 em 17:45
    Permalink

    Texto inteligente, ironicamente sutil e realista, pena que esquerdistas não tenham a sensibilidade minima para entender o sarcasmo mas já era de se esperar, afinal, o que esperar daqueles que seguem e adoram cegamente um ser que em toda sua existência só soube enganar seus seguidores. É difícil tentar convencer um alienado, com sua visão limitada que só enxerga as coisas do aspecto politico e que não tem o minimo de formação na área econômica, ainda que os indicadores indiquem a realidade. Alguém se lembra do caso em que a demissão exigida por toda a ala do PT a uma economista do Santander? Na ocasião ela descreveu o caos financeiro se a politica econômica do PT fosse levada adiante. O resultado foi o democrático PT exigindo sua cabeça e o caos econômico teve seu auge durante o governo Dilma. Hoje, TODOS, repito, TODOS, indicam uma retomada do crescimento econômico para os próximos dois anos e essa é a opinião de gente especialista na área econômica e não a opinião de meros torcedores políticos.

    Resposta
  • 04/11/2019, 11:51 em 11:51
    Permalink

    Primeiro anunciaram a saída da crise com o impeachment da Dilma. Aliás, crise criada pela turma do Cunha. Nada. Depois disseram que a economia ia bombar com o fim dos direitos trabalhistas.. Nada. Depois o crescimento do país só viria com a reforma da Previdência. E os índices econômicos sempre indo para o buraco. Agora estão anunciando que haverá retomada do crescimento econômico nos próximos dois anos. É a torcida dos neofascistas para manter seu fuhrer no poder por mais 4 anos. Quem for otário que acredite. É claro que os ricos ficarão ainda mais ricos. A concentração de renda é a única coisa que o governo bolsonariano está garantindo. Então é claro que os montados na grana ou nos cargos dirão que estou errado. Os tontos também!!!

    Resposta
  • 04/11/2019, 18:07 em 18:07
    Permalink

    Ė, não tem jeito de ficar rico deixando o Estado cuidando do teu FGTS e depois te emprestar esse seu mesmo dinheiro pra vc pagar financiamento da tua casa própria, FIES e outras coisinhas que só o socialismo te oferece. Tenho até medo da incompetência dessa gente que sequer sabe administrar sua vida pessoal sem a interferência do Estado. Como será que fazem com as esposas? Será que deixam os outros administrarem também?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: