Afinal, como estão os salários dos professores do Paraná?

Afinal, como estão os salários dos professores do Paraná?

Dentro do mercado?

Acima do mercado?

Abaixo do mercado?

Veja o que diz a professora Marlei Fernandes, dirigente sindical, durante a última campanha para a direção da APP/Sindicato.

E como este blog é mais democrático do que o Fidel, Evo Morales, Putin e Briguet, está aberto a artigos que tratem do assunto.

Um comentário em “Afinal, como estão os salários dos professores do Paraná?

  • 12/05/2015, 12:23 em 12:23
    Permalink

    Muito bem um professor em 2002 nível 2 ganhava 2000 reais ou 633 dólares,salario da época 60 dólares ou 10.5 salários mínimos
    Salario hoje 8000 reais,ou 2600 dólares,salario minimo hoje 270 dólares ou 9.65 salários mínimos.
    Então governo dizer que aumentou salario e farolice,simplesmente os salários acompanharam o valor do salario minimo,e ninguém deu ganhos reais aos professores,
    Isso por que a maioria ganha 1700 reais por 20 horas semanais.

    Resposta
  • 12/05/2015, 12:27 em 12:27
    Permalink

    Não é à toa que muitos professores e professoras que conheço e são dirigentes da APP há décadas, ganhando salários, quinquênios e outras vantagens, sem o dever legal de lecionar não querem largar o filé-mignon e assim vão se aposentar. Vejam os salários dos professores mais antigos da UEL. O Paraná tem mais de 180 mil servidores ativos, além de mais de 80 mil aposentados e mais de 26 mil pensionistas. A folha de pagamento dos servidores ativos gira em torno de R$ 1,1 bilhão por mês, segundo números da Secretaria de Administração e Previdência. Haja arrecadação.

    Resposta
  • 12/05/2015, 17:37 em 17:37
    Permalink

    Se sou o Beto botava tudo pra correr, pra rua, tão ganhando demais e querem o que mais?

    Resposta
  • 12/05/2015, 22:16 em 22:16
    Permalink

    Se fosses o Beto, tu certamente terias qualidades inerentes às de um ditador, mas ao menos serias um engenheiro. Como não o és, vais continuar a necessitar do auxilio de, no mínimo, um professor de Português.

    Resposta
  • 13/05/2015, 08:30 em 08:30
    Permalink

    A estabilidade gera essa monstruosidade. Ganha bem, mas faz greve. Não trabalha, mas quer receber. Se fossem funcionários da iniciativa privada iriam aprender o que é ter responsabilidade profissional.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: