Amaconhados, unidos, jamais terão larica: Cientistas descobrem o que causa a larica

De O Globo

Cientistas parecem ter desvendado o mecanismo que causa a famosa “larica”, aquela vontade incontrolável de comer depois de fumar maconha. O desejo é acionado por neurônios no cérebro que, geralmente, estão envolvidos na supressão do apetite, de acordo com um estudo da Escola de Medicina da Universidade de Yale, publicado na edição desta quarta-feira da revista “Nature”.

O principal autor da pesquisa, Tamas Horvath, e seus colegas monitoraram os circuitos cerebrais responsáveis pela atividade da alimentação manipulando, seletivamente, o caminho celular que conduz a ação da maconha sobre o cérebro, usando camundongos transgênicos. Sob a ação da maconha, os neurônios que normalmente “desligam” a fome passam a estimular ainda mais a voracidade do usuário, enganando o sistema de alimentação do cérebro.

— Ao observar como a área do cérebro que controla o apetite responde à maconha, pudemos ver o que impulsiona a tal fome provocada pela cannabis, e como esse mesmo mecanismo, que normalmente serve para desligar a vontade de comer, torna-se um motor dela — explicou Horvath, diretor do Programa de Neurobiologia do Metabolismo de Yale. — É como pressionar os freios de um carro, mas o veículo acelerar. Ficamos surpresos ao ver que os neurônios responsáveis por interromper a alimentação, de repente, são ativados e, ao mesmo tempo, provocam fome, mesmo quando se está cheio. Ela [a cannabis] engana o sistema central de alimentação do cérebro. LEIA MAIS AQUI

Um comentário em “Amaconhados, unidos, jamais terão larica: Cientistas descobrem o que causa a larica

  • 18/02/2015, 20:39 em 20:39
    Permalink

    Aposto que a Jane Fonda, 77 anos, não vai dar a menor bola ( epa!) para essa informação da Globo…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: