Até o candidato a presidente do PMDB do Paraná, admite que o partido adora encostar nos governos

E o deputado Sérgio Souza – ex-assessor do governador aposentado, mas sempre grudado em algum conselho por aí, Orlando Pessuti – diz que entra na disputa pelo comando do PMDB do Paraná porque o partido não pode ser de um dono só.

Souza assume que o partido tem certa dificuldade em não olhar para as boquinhas. “O PMDB é tão grande que quer sempre estar junto do governo, independentemente de qual governo”, disse ele em entrevista ontem na Assembleia Legislativa.

0 thoughts on “Até o candidato a presidente do PMDB do Paraná, admite que o partido adora encostar nos governos

  • 07/10/2015, 21:16 em 21:16
    Permalink

    ai o dono e o cachorro são sem vergonha ao extremo

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: