Brasil paralelo. Londrina paralela

No Brasil paralelo, dos jantares em suntuosos saguões, como o que aconteceu na residência do empresário Naji Nahas com a presença de Paulo Marinho, presidente do PSDB fluminense, Michel Temer, Gilberto Kassab .

Tudo são flores, vinhos e risos. Marinho fez carreira e fortuna com Nelson Tanure.

Os negócios foram sempre ligados a setores estratégicos da vida nacional, que demandam estreita relação com Brasília.

No paralelo daqui, a Folha de Londrina em notícia de capa, informa que após a venda da Sercomtel para Tanure e seu Fundo Bordeaux, Londrina acumula a perda de mil postos de trabalho em telemarketing.

São brasis com paralelos muito distintos. Quem tem muito, perde pouco, quem tem pouco, perde tudo.

Em tempo, não custa lembrar, que a Sercomtel de Tanure já se aproxima de 180 colaboradores. Antes da privatização eram 490 empregados, com remuneração média de R$ 4.500,00.

Pobre Londrina, que a cada alvorecer, empobrece cada vez mais.
Se prepara Copel Telecom que a próxima vítima pode ser você em Curitiba com o Bordeaux no comando.

8 thoughts on “Brasil paralelo. Londrina paralela

  • 15/09/2021, 11:15 em 11:15
    Permalink

    Tô confuso. O problema da Sercomtel era o excesso de diretorias? (Na atualidade são seis, antes eram quatro).
    O problema da Sercomtel eram as indicações políticas? Integram do conselho, apenas pessoas que estão ou estiveram em cargos políticos.
    Não entendo nada… Correios, Petrobras, Caixa, Sercomtel, todo mundo diz que NÃO são rentáveis, e deveriam ser vendidos. Será mesmo?
    O centro de Londrina está cada vez mais tristonho. Os prédios da Embratel e OI (antiga TELEPAR) estão sem vida. O da Sercomtel também será mais um grande edificio vazio? Feliz o tempo em que dezenas de crachás da Sercomtel lotavam os restaurantes do entorno, como, Alameda (já fechado), Dá Licença, Paulo’s e outros.

    Resposta
  • 15/09/2021, 11:31 em 11:31
    Permalink

    Não tiro a sua razão em relação ao post, massss, se olharmos por outro ângulo, como pode uma empresa que tinha 490 empregados (pública) conseguir ser tocada com 180 depois da privatização (privada), ou seja, menos da metade, seria o inchaço da máquina publica, os 180 que sobraram estão tendo que trabalhar e mostrar serviço?
    Como eu disse, não tiro a razão do post, acho que emprego nunca é d+, mas tbm não podemos descartar a outra possibilidade.

    Resposta
    • 15/09/2021, 14:16 em 14:16
      Permalink

      Xereta, vou te dar um exemplo.

      Um advogado júnior da Sercomtel, recebia, em média, 3.700,00. O jurídico foi terceirizado para um escritório que paga, para a mesma posição, 1.500,00 (VR + VT)

      Não vamos discutir o que seria uma remuneração justa, vs, injusta.

      Vc economiza, por cabeça, 2.200,00. Engorda o lucro dos acionistas, colabora com a concentração de renda.

      Com 3.700,00, vc almoça uma refeição decente, num restaurante com CNPJ. Com 1.500,00 consumirá uma marmita dos novos empreendedores do bolsonaro. É a verdadeira democratização da pobreza.

      Resposta
      • 16/09/2021, 09:05 em 09:05
        Permalink

        Oduwaldo, concordo plenamente, massss, como vc mesmo disse, um adv. jr na Sercomtel recebia em média 3.700,00 e o terceirizado paga 1500,00 + qual seria o valor do VR + qual seria o valor do VT, agora, pq a adm publica não abre concurso com um ordenado equivalente ao que se paga em média na iniciativa privada 1.500,00 (VR + VT), esse foi meu ponto de vista, será que adv jr trabalharia por 1.500,00 (VR + VT) na adm pública, igual trabalha pelo msmo valor 1.500,00 (VR + VT) na iniciativa privada, sem reclamar ou correriam fazer paralisação?
        Digo isso pois já acompanhei concursos da PML onde um auxiliar de enfermagem na PML com carga horária de 6hs diárias tem o salário equivalente ao de uma enfermeira formada que trabalha em um hospital com carga horária de 8hs diárias, por exemplo, de enfermeiras na PML que tem salário de médico na iniciativa privada, então fica aquilo que falei no primeiro comentário, onde está a paridade? a instituição pública que paga bem por 6hs diárias em Londrina por exemplo, ou a iniciativa privada que paga mal, em Londrina por 8hs diárias?

        Resposta
  • 15/09/2021, 15:28 em 15:28
    Permalink

    Então… a Sercomtel privatizada passou a dar lucro. Está atingindo, portanto, plenamente seu objetivo capitalista. Parabéns pra ela. E parabéns pra Londrina que parou de cobrir, ano sim ano também, os prejuízos da empresa. Não é o que todos reclamavam da empresa municipal? Pessoalmente acredito que a Sercomtel não está dando lucro porra nenhuma. Nem a Copel Telecom vai dar lucro porque foi privatizada. Existe um esquema aí ainda a ser revelado. Como pode uma empresa de telecomunicações mixuruca enfrentar as grandes corporações internacionais? Até a Oi está à beira da falência. E atentem que o noticiário anuncia que a Sercomtel vai comprar uma parte da Oi! Certo mesmo é que Londrina demorou pra privatizar a Sercomtel e perdeu muito dinheiro por isso e que Londrina também não precisa mais injetar dinheiro numa empresa deficitária que não tinha grande importância de mercado desde a privatização do setor pelo governo FHC. Agora vai sobrar mais dinheiro pro pessoal do palácio municipal ir a Brasília e Curitiba passear, digo, tratar dos interesses da cidade…

    Resposta
  • 15/09/2021, 16:33 em 16:33
    Permalink

    Gente, é só montar uma empresa e pagar mensalmente 3.700,00 pro seu advogado júnior, se puder contratar 3 ,7 ou 10 melhor ainda, mas lembrem-se, a empresa tem que ser sua e não pública. Uma outra sugestão, é só dar uma pesquisada na internet, eu sugiro a http://www.fundamentus.com.br mas existem inúmeras outras fontes confiáveis, e poderão encontrar centenas de empresas saudáveis para investirem o suado dinheiro de vocês, tal qual os acionistas fazem.
    Sobre os empreendedores do bolsonaro, não seriam eles o pessoal que o PT tirou da miséria??

    Resposta
  • 15/09/2021, 16:44 em 16:44
    Permalink

    Brasis paralelos não, Brasis da esperteza. Foi difundido que a empresa tinha rombo de 800 milhões que poderiam chegar a 1 BILHÃO. Arrematada por 120 milhões, teve que receber meio a contra gosto – de mão beijada – como Herança, TODO o PATRIMONIO que foi subavaliado. Impressionante a passividade dos Entes Públicos Contitucionais que deveriam no mínimo apurar os fatos. Daqui a pouco Sr. Xereta, serão zero funcionários, pois a administração assim como os Impostos que entram nos cofres da prefeitura, serão transferidos para a capital e juntar-se a COPEL TELECOM (adquirida com zero funcionarios) e uma tal de ORIZON?!?!. Só para deixar registrado, a grandeza e riqueza de Londrina, em grande parte, se deve a criação da SERCOMTEL. Mais um patrimônio que vai para o ralo. Poderiam aproveitar o embalo e privatizar também a CODEL, CMTU, COHAB, PREFEITUEA E CAMARA de VEREADORES.

    Resposta
  • 16/09/2021, 06:50 em 06:50
    Permalink

    Dick, essa privataria vai dar o que falar. Embora tenha prometido mundos e fundos, fez nada de investimentos, serviços continuam péssimos, o atendimento então, há há há, já foi muito melhor. Único visível foi no Parque de operações, que virou um cemitério, deram uma garibada, uma pá de cal para ficar bonitinho e ser vendido a preço de ouro. Claro que alguém saiu ganhando muito.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: