Com baderna, sem sessão

Do blog do Zé Beto

A sessão de hoje na Assembleia Legislativa do Paraná foi encerrada antes da leitura da ordem do dia. Os manifestantes que lotaram as galerias impediram os deputados de falar. Um dos mais vaiados foi o deputado Elio Rusch (DEM) porque lembrou aos presentes que, por conta da crise, o governo petista de Minas Gerais anunciou reposição salarial em parcelas a serem completadas no ano que vem e que no Rio Grande do Sul, o governador não pagou o salário do funcionalismo. Não adiantou. Ele tentou argumentar aos professores exaltados: “Aqui é o meu local de trabalho, assim como a sala de aula é dos professores, e eu exijo respeito”. Em vão. A algazarra continuou. Expressionante!

Deixe uma resposta