E ainda querem que se acredite nos políticos e na política

Dois casos emblemáticos na semana. Um envolvendo o senador Roberto Requião de Mello e Silva (PMDB) e o outro a senadora Gleisi Hoffmann (PT).

Sobre o primeiro personagem. Vamos lá.

O presidente da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado, Edison Lobão (PMDB-MA), designou ontem, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) como relator do projeto de lei apresentado por Randolfe Rodrigues (Rede-AP) com base no texto alternativo elaborado pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, sobre abuso de autoridade. Dessa forma, o paranaense passa a ser relator de dois projetos sobre o mesmo tema no Senado. O outro é de autoria do senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Pois bem, pra refrescar a memória. Requião é um notório usuário de abuso de poder. Já xingou agricultores no oeste do Paraná, falou inúmeras bobagens a funcionárias de uma empresa durante campanha, quase quebrou o dedo do jornalista Fábio Silveira, “sequestrou” o gravador de um jornalista da rádio Bandeirantes por não gostar das perguntas. A lista de abuso de poder é enorme.

Sobre a segunda personagem: Gleisi Hoffmann.

A Senadora do PT, que está sendo investigada no STF acusada de recebimento de dinheiro de Caixa 2 pra campanha, cujo marido Paulo Bernardo, segundo delatores da Lava Jato, está atolado em histórias de cobrança de propina, etc, etc, está sendo apoiada pelo Petista Mor, Luiz Inácio Lula da Silva, para ser presidente do PT.

É mole?

Um comentário em “E ainda querem que se acredite nos políticos e na política

  • 04/04/2017, 14:29 em 14:29
    Permalink

    Se Deus quiser, e Ele há de querer, esses dois desqualificados , sem educação e envolvidos em muitas mutretas e escândalos e desvios que envergonham nossa gente serão expurgados pelo voto do povo do Paraná !

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: