E na região metropolitana de Londrina greve afeta 30 mil passageiros

Cerca de 30 mil passageiros ficaram na mão, com a greve da TIL Transporte Coletivos, nas cidades de Londrina, Cambé e Ibiporã. Atualmente a empresa tem 350 funcionários, 170 motoristas e 105 cobradores. O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário (Sinttrol) quer 8,34% das perdas com inflação e mais 4% de ganhos reais nos salários.

Mas o Sindicato dos proprietários das empresas de transporte (Metrolon) ofereceu reajuste de 7,12% nos salários e 26 tickets alimentação de R$ 4, por mês. Desde que mantivesse o quadro atual de funcionários, sem a contratação de novos cobradores. Para o Sindicato, a greve é ideal, porque o transporte não poderia ter parado 100%.

Os dois Sindicatos ontem, se reuniram na 6ª Vara do Trabalho de Londrina, para discutir três possibilidades: fim da greve com um acordo, continuação da greve em condições atuais ou continuação da greve com atuação de pelo menos 30% do sistema operando.

Deixe uma resposta