Estudantes da UEL tem mandado de segurança negado

Estudantes da Universidade Estadual de Londrina (UEL), que são contra a greve tiveram mandado de segurança negado pelo juiz, Luiz Valério dos Santos. Eles alegaram que o Diretório Central de Estudantes estabeleceu um comando de greve em assembleia geral, sem divulgação e quórum necessário para deliberação. Muitos estudantes reclamam que estão sendo impedidos de assistir aula e estão sofrendo intimidações. O mandado de segurança solicitava a garantia dos alunos para frequentarem as aulas. Para o juiz, não foi atribuído valor a causa, porque a petição inicial está sem provas.

Deixe uma resposta