Extra! Extra! Empresa de Brusque pede suspensão da licitação do lixo em Londrina

A empresa WR Serviços Ltda, da cidade de Brusque, Santa Catarina, protocolou, agora há pouco na Companhia Municipal de Tránsito e Urbanização de Londrina, um pedido de impugnação do edital de pregão presencial n° 013/2017-FUL, traduzindo: a licitação para a coleta e destinação do lixo urbano de Londrina.

A empresa apresenta vários questionamentos.

Veja:

Em que se pese se tratar de uma contratação para prestação de serviços essenciais a toda municipalidade, o Impugnante analisou de forma minuciosa o instrumento convocatório com vistas à ampliação da participação, e consequentemente a busca do melhor preço, verificando diversos pontos controversos, em flagrante afronta à legislação e jurisprudência pátria, maculando todoo processo licitatório.

Inicialmente, têm-se dois prazos para a apresentação da nova proposta e das planilhas de composição de custos, de modo que o item 6.3 fornece um prazo e o item 2.2 do anexo I mostra outro prazo. Assim, qual prazo o licitante deve seguir?

Do mesmo modo, quanto à capacidade técnica exigida, verifica-se que a mesma é insuficiente para assegurar uma boa contratação devido ao grande vulto do serviço ora pretendido, devendo ser incluso no atestado de capacidade técnica que a empresa licitante tenha executado serviço com a quantidade de pelo menos 50% do objeto pretendido.

Ainda, exige o edital que a empresa licitante apresente Plano de Trabalho, conforme prevê o item 7 do termo de referência, sendo sem critérios objetivos para sua avaliação e em desconformidade com a modalidade de licitação, pois o pregão não admite que o certame seja do tipo técnica e preço.

O valor máximo para o presente certame também não condiz com a realidade de mercado e dos custos operacionais para este tipo de serviço, conforme demonstrará a planilha anexa, devendo ser revisto pela administração para que a mesma tenha uma contratação segura e que atenda todas as exigências do edital.

Dessa forma, deve-se adequar o Edital em comento, nos termos das razões a seguir elencadas, de acordo com a legislação pátria visando à consecução da proposta mais vantajosa para a Administração, mas principalmente uma contratação segura, com o consequente melhor aproveitamento da contratação e a perfeita execução do objeto do certame.

Por estas razões, apresenta-se a presente impugnação, e desta feita as irregularidades apontadas no instrumento convocatório e que lhe imponha as mudanças necessáriaspara garantir a ampla concorrência neste processo licitatório.

12 comentários em “Extra! Extra! Empresa de Brusque pede suspensão da licitação do lixo em Londrina

  • 20/02/2017, 16:19 em 16:19
    Permalink

    Instituto Universal brasileiro não ensinou edital?

    Resposta
    • 20/02/2017, 23:33 em 23:33
      Permalink

      Acho que não ensinou quem fez o edital mas quem apresentou a impugnação do edital deve ter feito MBA no Instituto Universal Brasileiro. Impugnação manjadíssima!!! E o prefeito Marcelo Belinati deve se preparar. Virão muitas outros pedidos de impugnação. A escolinha desse pessoal treinado para barrar o trabalho de adversários políticos (nem sempre mas quase sempre!) pode ser feita através de EAD (Ensino à Distância)! Faz parte do jogo político. Dane-se a população.

      Resposta
  • 20/02/2017, 16:54 em 16:54
    Permalink

    Primeira licitação do belinatinho e já apresenta problemas, estão pedindo impugnação, e pensar que tem mais 04 longos anos pela frente.

    Resposta
  • 20/02/2017, 17:24 em 17:24
    Permalink

    Tanto erro primário, que deixa dúvidas: que “equipe técnica” é essa que assessora o prefeito de Londrina!

    Resposta
  • 20/02/2017, 17:30 em 17:30
    Permalink

    Bom, como já mostrado no blog, uma resposta do prefeito:
    “Caro Claudio, Importante que você esclareça que esse processo licitatório, que contempla vários serviços além do que o que hoje são executados, é 2,3 milhões de reais mais barato do que o atual contrato que foi fechado pela administração anterior.”

    Claro, ta tudo certo no mundo da Alice.
    Acredito que serão 4 longos anos pela frente.

    Resposta
  • 20/02/2017, 20:56 em 20:56
    Permalink

    Qual será a empresa que ganhará tal licitação? Alguém já imaginou quem…

    Resposta
  • 20/02/2017, 22:51 em 22:51
    Permalink

    Para turma ali do União da Vitoria que achava que seria moleza, a coisa ira ser bem ferrenha, tem 12 empresas que irão participar.

    Resposta
  • 20/02/2017, 23:58 em 23:58
    Permalink

    A empresa reclamante acha o preço máximo baixo? Será que ela está com medo da concorrência?

    Resposta
  • 21/02/2017, 00:15 em 00:15
    Permalink

    Sr. Cláudio, poderia nos informar o CNPJ da empresa WR Serviços Ltda.? Com o CNPJ nós poderemos ter dados importantes sobre essa empresa: endereço, período de funcionamento, registro na Junta Comercial, sócios, etc., etc., etc. Como contribuinte, gostaria de ter certeza de que essa empresa veio para nos ajudar em Londrina ou, quem sabe, para atrapalhar a nossa vida. Sinceramente? Para o Google essa WR Serviços Ltda. não passa de um empresa um tanto quanto invisível.

    Resposta
  • 21/02/2017, 00:23 em 00:23
    Permalink

    Na Sociedade Rural,nas fazendas da familia Garcia e Sanches Tripoloni.
    Nao tem licitacao nem a lei 8666.

    Resposta
  • 21/02/2017, 10:07 em 10:07
    Permalink

    lei 8666, a lei do capiroto, ta disponivel pra leitura e consulta viu?

    Resposta
  • 21/02/2017, 17:02 em 17:02
    Permalink

    o duro e que os marcelos nomearam o tal de moreno e o cara se diz o bam bam bam…..vai sobrar camburão desta vez….remenber Barbosa

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: