Mais de 500 profissionais da midia foram demitidos em 2016

Do Comunique-se

O ano de 2016 chega ao fim marcado pelo encerramento de veículos, passaralhos e migração de impressos para a web. Levantamento realizado pela reportagem do Portal Comunique-se com base nos arquivos da plataforma e no site Volt Data Lab, aponta que mais de 500 profissionais da imprensa perderam seus empregos na onda de demissões que se deu durante os últimos 12 meses.

Veículos foram extintos ou enfrentaram problemas financeiros, realizando cortes expressivos nas equipes. Foi o caso do site Fato Online, de Brasília, que, menos de um ano após ser lançado, atrasou salários e deixou cerca de 100 profissionais desempregados. O Jornal da Paraíba, por sua vez, deixou de circular no impresso para investir somente no online, o que resultou em 91 cortes.

Em Minas Gerais, o jornal Hoje em Dia desligou cerca de 40 jornalistas (quase metade de sua redação) em fevereiro deste ano. Na época, os colaboradores foram dispensados sem comunicação prévia. Outra publicação que abriu mão de 50% de sua força de trabalho foi o Jornal de Brasília, que perdeu 15 dos 30 profissionais que atuavam no impresso. (Leia mais)

3 comentários em “Mais de 500 profissionais da midia foram demitidos em 2016

  • 29/12/2016, 11:09 em 11:09
    Permalink

    E??????????????????????????????????

    Resposta
  • 30/12/2016, 11:22 em 11:22
    Permalink

    Em londrina falta a rede massa ,a RPC a Rictv a Taroba fazer uma limpa nestes apresentadores de fundo de quintal e também este jornaleco falido que deve ao Inss a folha fechar as portas ..tomara que mandem mais um monte de jornalistas de fundo de quintal que dão notícias frias e tendenciosas e mentirosas

    Resposta
  • 30/12/2016, 20:34 em 20:34
    Permalink

    Nada mais lógico, vejam por exemplo esta gazetosa publicada aqui na Capital, só gente velha é que perde tempo lendo as baboseiras nela publicadas, esta despejou uma galera na rua. A isto se soma a “tragédia” que foi para para muitos blogs e bloggers chapa brancao impeachment da infeliz, esta gente que vivia de babar no ovo da maluca e elogiar o seu desgoverno ficou sem grana e, muitos emprego. A vida é cruel com todo mundo, sendo da mídia ou não.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: