Marcelo Belinati, preparando as fotos de campanha

É em Maringá, terra de Ricardo Barros, ministro da Saúde e coordenador da última campanha de Marcelo Belinati a prefeitura de Londrina, que estão sendo produzidas as fotos do candidato que disputará mais uma vez a prefeitura de Londrina. É o que informa o jornalista Angelo Rigon.

“Quem esteve em Maringá hoje foi o deputado federal Marcelo Belinatti (PP). Veio exclusivamente para sessão de fotos oficial da campanha para prefeito de Londrina, feita com Burzega”, disse o jornalista.

5 thoughts on “Marcelo Belinati, preparando as fotos de campanha

  • 22/07/2016, 21:55 em 21:55
    Permalink

    tamu fudidos até a foto e pago pelo patrão Barros,

    Resposta
  • 22/07/2016, 21:59 em 21:59
    Permalink

    Vamos conferir: vai ter foto do doutor Belinati com seu candidato a presidente da Câmara (Cunha), com o presidente golpista que ele ajudou a eleger (Michel Cunha), com o “ministro” dos planos de saúde (companheiro Ricardo Barros), com o tio (de quem ele quer obter o bônus, nunca o ônus do sobrenome), com o dono da Galvão Engenharia (que reforçou sua campanha a deputado com boa doação), com o dono da Friboi (que também reforçou sua campanha com a bagatela de R$ 400.000,00), com o dono da Telemont (empresa de telecomunicações que pode comprar a Sercomtel por qualquer bagatela já que ajudou o doutor Belinati com R$ 200.000,00 na gloriosa campanha a deputado e seu pungente discurso contra a corrupção) e com……………

    Resposta
  • 23/07/2016, 13:15 em 13:15
    Permalink

    Que vergonha, um candidato a prefeito de Londrina ir até Maringá para tirar fotos para campanha. Esta simples atitude demonstra o quanto esse Belinatinho é pequeno, e o pior, refém e capacho absoluto do poderoso esquemão de Ricardo Barros. VERGONHA!

    Resposta
  • 23/07/2016, 13:18 em 13:18
    Permalink

    Londrina precisa de um candidato a prefeito que tenha identidade própria. Que não seja um candidato tutelado por parentes e muito menos por esse suspeito Ricardo Barros.

    Resposta
  • 23/07/2016, 19:05 em 19:05
    Permalink

    Os cabos eleitorais de peso podem derrubá-lo: Eduardo CUnha (411 bi), Ricardo Barros (fim do SUS, fim do Mais Médicos, fim da Farmácia Popular, fim do SAMU), tio Bila (Cogefi de 158 bi na época).

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: